Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Dólar comercial e turismo: Entenda as diferenças na cotação

A- A+

É a taxa cambial que determina o valor do dólar em relação ao real. Ela é bastante volátil e oscila diariamente apontando uma tendência de valorização ou desvalorização das moedas estrangeiras.

No caso da moeda norte-americana, a taxa cambial vai determinar três tipos de cotações diferentes, que variam de acordo com seu objetivo de uso: o dólar comercial, o dólar turismo e o dólar paralelo.

Dólar comercial x dólar turismo: finalidades

A partir de 2005, o Conselho Monetário Nacional unificou o câmbio do dólar em um único mercado legal no Brasil. Na teoria, as variações entre as taxas livres e flutuantes, que estabeleciam as diferenças entre o dólar comercial e turismo, respectivamente, não deveriam mais existir.

dolar-comercial

Dólar turismo afeta menos a economia nacional e mais o bolso do consumidor. Foto: iStock, by Getty Images

Na prática, a finalidade de uso da moeda ou natureza da operação, segundo termologia do Banco Central, ainda determina a diferença de cotação entre o dólar comercial e o dólar turismo.

De modo geral, a cotação do dólar comercial é a que mais interessa ao mercado financeiro e à economia do País. É ela que vai determinar o preço das importações e exportações de mercadorias realizadas pelas empresas, de movimentações financeiras do governo no exterior e de empréstimos de brasileiros residentes fora do país junto ao Banco Central.

A cotação do dólar comercial é definida pelo próprio mercado financeiro a partir da demanda e oferta da moeda no mercado. Cabe ao Banco Central apenas intervir na cotação, comprando ou vendendo a moeda, em caso de valorização ou desvalorização muito acentuada.

O dólar turismo afeta menos a economia nacional e mais o bolso do consumidor em caso de viagens ou compras internacionais. É a sua cotação que determina o quanto do viajante irá gastar na compra de passagens internacionais e despesas realizadas no exterior, inclusive a conversão de débitos efetuados em moeda estrangeira no cartão de crédito.

É o valor do dólar turismo que determina ainda o preço da moeda comprada, em espécie ou em cartões pré-pagos, antes da viagem.

Dólar comercial x dólar paralelo: especulação x proteção

Além das cotações do dólar comercial e turismo, existe ainda a cotação paralela, determinada por um mercado não-oficial. Essa cotação atualmente é realizada de modo clandestino, e as transações efetuadas no mercado paralelo são ilegais, não sendo reconhecidas pelo Banco Central.

Mas, na época de inflação galopante, a compra e venda de dólar no mercado paralelo era comum como forma de proteção. A moeda norte-americana salvaguardava seus compradores da desvalorização da moeda local e das medidas econômicas do governo. Hoje em dia, ela é mais comum em caso de transações ilícitas, como lavagem de dinheiro, sonegação ou tráfico.

Compra e venda de dólar

Independente da cotação utilizada, existe uma diferença de preço para a compra e a venda do dólar, determinando as margens de lucro e os custos dos intermediários que realizam a transação.

A taxa de venda é aquela cobrada pelas instituições para vender a moeda estrangeira. Já a taxa de compra determina o preço que a instituição irá pagar pelo dólar ofertado. De modo geral, o dólar é comprado do banco por uma cotação mais alta e vendido para o banco por um preço mais barato.

Gostou das dicas de dólar comercial? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito