Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Disk quentinha é opção para tirar renda extra

A- A+

Os preços dos alimentos não param de subir e os brasileiros estão comendo cada vez menos em restaurantes. Nessa hora, se você você sabe fazer uma comida saborosa e está procurando uma alternativa para tirar uma renda extra, um negócio bom para todo mundo é montar um disk quentinha.

Uma pesquisa recente feita pela Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador (Assert) mostrou que o brasileiro gasta, em média, R$ 27 para almoçar em um restaurante. Sendo assim, quem almoça fora cinco vezes por semana tem um gasto mensal equivalente a três quartos de um salário mínimo.

seudinheiro-disk-quentinha

Um bom investimento é o disk quentinha. Foto: iStock, by Getty Images

Levar marmita para o trabalho tornou-se uma boa alternativa para reduzir o impacto de almoçar fora todos os dias no bolso, só que nem sempre sobra tempo – e disposição – para preparar a comida em casa. Mas um pequeno negócio de disk quentinha poderia poupar esse trabalho e ainda entregar refeições a preços mais baixos, por ter menos custos a repassar à clientela em comparação a um restaurante.

Localização e pontualidade são fundamentais no disk quentinha

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) disponibiliza em seu site uma cartilha com orientações para implementação de um negócio de entrega de refeições em marmita, nos moldes do disk quentinha. Um dos pontos destacados pela cartilha no planejamento do negócio é a localização: o ponto deve ter rápido acesso a regiões de alta densidade de trabalhadores.

É necessário também espaço para estacionamento de motoboys, se for essa a opção, mas você pode também usar veículo próprio para fazer as entregas. Em ambos os casos, é necessário ter compromisso com a pontualidade e rapidez na entrega das refeições, pois isso é muito valorizado pelos clientes que optam por um disk quentinha.

Na cozinha, você precisa contar com um ambiente bem ventilado e iluminado, equipamentos e utensílios sempre limpos e em boas condições de uso. O armazenamento dos ingredientes deve respeitar as condições de conservação, especialmente os que precisam de refrigeração. Pratos quentes devem ser mantidos na temperatura de 60ºC, para não comprometer a qualidade até a chegada ao cliente.

Invista na divulgação e na fidelização dos clientes

A divulgação é outro aspecto fundamental a ser considerado no disk quentinha, com ênfase ao número do telefone para fazer os pedidos. Não são necessários grandes investimentos em campanhas publicitárias, mas você precisa fazer com que os funcionários de escritórios, lojas, consultórios e demais estabelecimentos na sua região de abrangência saibam que você presta esse serviço.

Entre as estratégias sugeridas pelo Sebrae para divulgação do disk quentinha estão a confecção de folders e cardápios para a distribuição nos estabelecimentos próximos, oferecer degustações, posicionar placas e faixas próximas ao estabelecimento e criar programas de fidelidade com descontos e refeições gratuitas.

Se você entregar o que foi prometido e, melhor ainda, se superar as expectativas do cliente, você terá a melhor propaganda: a indicação dele para outros colegas. Para fidelizar a clientela, procure variar o cardápio e esteja atento à evolução dos hábitos alimentares para adaptar sua oferta.

Este artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

como abrir uma pizzaria
como lucrar vendendo cachorro quente
como montar uma pastelaria
inflação nos alimentos
comer peixe
almoço por quilo