Vivo
 

Terceirização

A- A+

Terceirização é uma forma de realizar uma atividade por meio de contratação de empresas de serviço. Quando uma empresa ou uma associação (como um condomínio residencial, por exemplo) terceiriza uma atividade, seu objetivo é poder concentrar sua atenção e seus esforço. Ao reduzir a operação, transferindo tarefas para um prestador de serviços especializado, por vezes é possível reduzir custos, ao alcançar uma maior eficiência.

Em Portugal, a prática é chamada de “externalização”, uma terminologia que se aproxima mais do conceito em inglês: “outsourcing” (jargão muito utilizado em ambientes corporativos brasileiros). O outsourcing, por vezes, se refere também a atividades desempenhadas fora do país, em oposição à terceirização, na qual o repasse é feito a empresas do mesmo país.

No Brasil, atualmente, a legislação impede a terceirização de atividades-fim, permitindo que apenas atividades-meio sejam realizadas por meio desse tipo de recurso. O polêmico Projeto de Lei 4330/2004, aprovado em abril de 2015 pela Câmara dos Deputados, prevê diversas mudanças na regulamentação, incluindo a possibilidade de terceirização de atividade-fim. O tema envolve divergências entre setores da sociedade: enquanto boa parte dos empresários veem oportunidades de criação de empregos, setores ligados a movimentos sindicais e sociais enxergam intenções de redução de direitos dos trabalhadores e piora nas condições de trabalho.

o que são benefícios assistenciais
Mulher procurando ideias de negócio.
Ingressar no mercado de trabalho não é fácil.
Trabalhador recebe décimo terceiro 2015
Brasil gera poucos novos empregos
Taxa de desemprego cresce no Brasil