Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Dia Mundial da Alimentação debate políticas de enfrentamento da fome e pobreza

A- A+

Celebrado desde 1981 em 16 de outubro, o Dia Mundial da Alimentação é o momento específico separado no calendário para discutir a qualidade da nutrição e a fome no mundo, um problema que ainda atinge centenas de milhões de pessoas.

Mais do que uma preocupação dos governantes, a data deve ser vista como oportunidade de reflexão individual. Afinal, suas atitudes relacionadas à alimentação podem ter influência decisiva não apenas com relação à saúde, mas também sobre o seu bolso.

Dia Mundial da Alimentação é o dia em que se discute a nutrição.

Discutir a qualidade da nutrição é o foco do Dia Mundial da Alimentação. Foto: Shutterstock

Dia Mundial da Alimentação e economia

O Dia Mundial da Alimentação é também um alerta para os desafios, que não são poucos. O principal deles é promover a melhoria na qualidade do que se come, também como uma forma de prevenir a obesidade.

Para muitas famílias, a maior dificuldade é arrumar tempo para preparar refeições caseiras e deixar de lado as tentações do universo fast food e mesmo dos restaurantes convencionais.

Não sabe como se organizar? Confira uma lista com as dicas do Vivo Seu Dinheiro que ajudam você a conquistar uma rotina mais saudável na hora de se alimentar:

  1. Separe um tempo para ir à feira.
  2. Prefira as frutas da estação, mais frescas e baratas.
  3. Evite os excessos ao ir ao supermercado e sempre elabora uma lista de compras.
  4. Prepare marmitas para levar ao trabalho.
  5. Aproveite alimentos que estão próximos ao vencimento e reutilize sobras.

Mas quando nem com muita organização é possível dispor de refeições feitas em casa, a dica é ter cuidado na hora de encher o prato. Para Adriana Fanaro Oliveira, responsável técnica pelo site Meu Nutricionista, comer fora todos os dias é um verdadeiro desafio.

Para superá-lo, o principal cuidado, aconselha Adriana, deve ser com os alimentos fritos. A atenção também vale para as sobremesas e refrigerantes, deixados de lado sempre que possível.

Boa notícia no Dia Mundial da Alimentação

Apesar do alerta ter conotação de preocupação, o momento é de avanço histórico. De acordo com o Relatório sobre a Insegurança Alimentar no Mundo (SOFI 2015), divulgado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), essa é a primeira vez desde o início das estatísticas que o número de pessoas que sofrem com a fome é inferior a 800 milhões.

Prova dessa redução é o próprio Brasil que, desde o ano passado, deixou de fazer parte do Mapa Mundial da Fome. O avanço também explica a importância da escolha do tema deste ano para a data: “Proteção social e agricultura: quebrando o ciclo da pobreza rural”.

O objetivo é falar sobre sobre políticas de enfrentamento à pobreza e à fome e programas que ajudam a superar as vulnerabilidades econômicas, ambientais e sociais que atingem a população de todo o mundo.

Não à toa, em um dos eventos que antecipou a celebração do Dia Mundial da Alimentação no país, o representante da FAO no Brasil, Alan Bonjanic, lembrou da importância de projetos governamentais de proteção social, como o Bolsa Família e o Brasil Sem Miséria.

Você vai se interessar por:

Vale-alimentação x refeição: entenda a diferença

Comida caseira é opção para economizar e manter a saúde em dia

Como evitar desperdício de alimentos e por que seu bolso agradece

De olho nas finanças, adote o consumo consciente

Que tal aproveitar o Dia Mundial da Alimentação para organizar melhor suas finanças, praticando o consumo consciente?

Para aprender a controlar as contas do lar, é preciso ouvir quem sabe. Se você quer usar o seu dinheiro de um jeito mais inteligente, conheça o Vivo Finanças Pessoais. Com ele, você recebe mensagens e participa de jogos que lhe ajudam a controlar seus gastos, poupar e investir. E você ainda participa de sorteios diários.

> Vivo Finanças Pessoais: Receba dicas por SMS e concorra a R$ 2.500 todos os dias

Gostou das dicas para o Dia Mundial da Alimentação? Compartilhe!

seudinheiro-Compras-de-supermercado
valor da cesta básica em Recife
como mudar a mente
Descubra como evitar compras desnecessárias
como driblar a inflação
Valor da cesta básica em Campo Grande