Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Dia Mundial da Água é data para refletir e economizar no consumo

A- A+

Em 1992, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu 22 de março como o Dia Mundial da Água. Na mesma ocasião, divulgou a Declaração Universal dos Direitos da Água, na qual pregou contra o desperdício e afirmou, entre outras coisas, que o líquido é patrimônio do planeta.

Todos sabemos que, sem água, não há vida. Por isso, o Dia Mundial da Água é uma data para refletir sobre dados como o do relatório divulgado em 2014 pela ONU. Segundo o estudo, há 768 milhões de pessoas no mundo sem acesso à água tratada. Até 2030, se não houver mudança nos hábitos de consumo, essa demanda poderá aumentará a níveis catastróficos.

Dia Mundial da Água exige reflexão

Pequeno vazamento de água pode ser responsável por um imenso desperdício. Foto: iStock, Getty Images

Falta de água já é sentida no Brasil

No Brasil, a imagem da seca sempre foi relacionada ao sertão nordestino, mas, nos últimos anos, outras regiões do país sofreram com a falta de água. Em 2014, o volume do sistema Cantareira, responsável pelo abastecimento da Grande São Paulo, praticamente secou, em uma crise hídrica sem precedentes.

Há quem culpe as mudanças climáticas ou a gestão estatal, mas o fato é que cada um pode – e deve – fazer a sua parte para preservar o bem mais precioso do nosso planeta, não apenas no Dia Mundial da Água, mas sempre.

Combata o desperdício no Dia Mundial da Água

Ao economizar água e combater os focos de desperdício, além de ajudar o planeta, você estará aliviando o seu bolso, diminuindo o valor na conta. Que tal colocar hoje mesmo algumas medidas em prática? Você vai ver que é fácil e vale a pena mudar os hábitos permanentemente. Confira nossas dicas:

1. Confira se há vazamento

Faça a manutenção constantemente do encanamento da sua casa. Um pequeno vazamento pode significar um desperdício imenso.

Para checar, jogue cinzas no fundo da privada e repare se elas ficam paradas ou há movimentação. Quando a caixa d’água estiver cheia, feche todas as torneiras, deixe os registros abertos e anote o número que consta no relógio do hidrômetro. Em uma hora, volte e confira novamente. Se o número aumentar, há vazamento.

2. Reaproveite a água

Você pode instalar um sistema de reaproveitamento da água da chuva, do ar condicionado, do chuveiro e da máquina de lavar roupa. Essa água, que antes não teria utilidade, pode ser aproveitada para irrigar jardins e lavar banheiros, automóveis e calçadas.

3. Instale restritores de vazão

Há no mercado uma série de dispositivos que ajudam a economizar água. Os mais conhecidos controlam a vazão das torneiras, do chuveiro e da descarga da privada. Em alguns meses, o investimento com os equipamentos se paga.

4. Mude seus hábitos

Por fim, trate de gastar menos água nas suas tarefas cotidianas. Ensaboe-se com o chuveiro desligado ou pelo menos diminua a duração do banho, lave a louça com uma bacia cheia de água em vez da torneira aberta ou ensaboe a louça toda de uma vez e enxágue tudo junto, não lave volumes pequenos de roupa (a máquina é uma grande vilã do consumo) e, por fim, utilize água reaproveitada para regar as plantas e lavar o carro (use um balde e pano em vez da torneira).

Você vai se interessar por:

Assistência para sua casa

Para se proteger de qualquer emergência em sua casa, é importante contar com o serviço Vivo Assistência Casa e Auto. Com ele, você conta com serviços de eletricista e encanador para sua casa, socorro mecânico para seu automóvel e chaveiro para os dois, sempre que precisar, por apenas R$ 5,90 por mês.

> Vivo Assistência Casa e Auto: Garanta socorro em emergências na sua casa

Gostou das dicas de economia? Que tal segui-las nesse Dia Mundial da Água? Compartilhe o conteúdo!

como calcular a reforma de um apartamento
quanto custa um seguro de casa
como escolher uma seguradora de veiculos
preço de imoveis começa a cair
economizar no seguro da casa
economizar no seguro do carro