Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Descubra se é vantagem ter previdência privada para abater IR

A- A+

Ao contribuir mensalmente com o INSS, você ganha o direito de contar com os benefícios da previdência social, que vão garantir uma renda fixa durante a aposentadoria. Mas como os valores recebidos são menores do que o salário recebido até então, o dinheiro nem sempre é suficiente. Então, para garantir maior tranquilidade, uma alternativa é recorrer à previdência privada.

Ela funciona como uma modalidade de investimento, em que você deposita a quantia que pretende investir e lucra com a taxa de juros oferecida. É possível ainda conseguir isenções no Imposto de Renda (IR), característica que costuma atrair o trabalhador. Mas é preciso ter atenção, pois apenas uma das modalidades oferecidas conta com esse recurso.

Tipos de previdência privada

Ao optar por investir em previdência privada, é preciso escolher entre duas opções: o Plano Gerador de Beneficio Livre (PGBL) e o Vida Gerador Benefício Livre (VGBL). Nos dois casos, o rendimento costuma ser mais indicado a longo prazo.

Uma das diferenças é que, no primeiro caso, as contribuições que somem até 12% da sua renda bruta anual serão deduzidas da base de cálculo do Imposto Renda. Por isso, o PGBL é mais indicado para aqueles que fazem a declaração na forma completa, com tributação direta na fonte. O VGBL, por outro lado, não permite esse desconto e costuma ser mais vantajoso para quem ainda não tem renda tributável e faz a declaração simplificada do IR.

Eles também não funcionam da mesma maneira quando o assunto é o modo como é feita a cobrança dos tributos. Nos dois casos, ele incide apenas no momento do resgate do dinheiro, e não ao longo de todo o período de acumulação. Mas enquanto no VGBL o IR é cobrados apenas em relação aos rendimentos, no PGBL a incidência ocorre sobre o valor total.

A previdência privada é uma alternativa para guardar dinheiro para o futuro. Foto: iStock, Getty Images

A previdência privada é uma alternativa para guardar dinheiro para o futuro. Foto: iStock, Getty Images

Previdência privada com dedução de impostos

Mas, afinal, vale a pena aplicar dinheiro no PGBL? Para Frederico Torres, economista do blog Educando o Seu Bolso, a resposta é positiva, mas exige ressalvas. Como é possível definir aportes mensais pré-programados, ele ajuda a poupar o seu dinheiro para mais tarde, sem cair na tentação de gastar.

Além disso, a dedução de tributos também aparece como um fator favorável, desde que se entenda que isso não significa que você está isento de prestar contas a Receita Federal. Por outro lado, Torres alerta para a necessidade de calcular as taxas de administração cobradas, que podem diminuir o seu lucro.

Cartões de crédito com benefícios

Se você gosta de movimentar o seu dinheiro com praticidade e segurança, é bom conhecer os Cartões de Crédito Vivo. Com o Vivo Santander e Vivo Itaucard 2.0 você tem diversas vantagens, como alerta SMS, bônus na recarga de celular, pontos no Vivo Valoriza, descontos nos ingressos de cinema e parcelamento em até 12 x sem juros nas Lojas Vivo.
> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Gostou das dicas para aplicar na previdência privada? Compartilhe!

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito