Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Descubra se é preciso ter fiador para conseguir crédito imobiliário

A- A+

Se você está entre os brasileiros que sonham com a casa própria, faz parte de um grupo que representa 39% da população, segundo pesquisa divulgada em 2014 pela Boa Vista Serviços, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito. E para quem quer comprar um imóvel, o crédito imobiliário é uma das opções disponíveis.

A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança estima que, só em janeiro de 2015, o volume de empréstimos para aquisição e construção de imóveis somou R$ 9,1 bilhões. O número representa um aumento de 12% em relação ao mesmo período do ano passado.

A modalidade é popular, mas quem opta por ela deve estar preparado para cumprir com requisitos burocráticos. Além de apresentar a documentação exigida, é preciso uma garantia extra de que terá condições de quitar a dívida firmada no momento de fechar o negócio. É aí que entra a figura do fiador, que costuma ser requisitado em contratos de aluguel ou até mesma na compra da casa própria.

Economizar e dar uma boa entrada é melhor opção para comprar imóvel. Foto: iStock, Getty Images

Economizar e dar uma boa entrada é melhor opção para comprar imóvel. Foto: iStock, Getty Images

A figura do fiador no crédito imobiliário

Ao assinar o contrato, o fiador assume a responsabilidade pelo pagamento das suas prestações perante o credor. Ou seja: se você não pagar, é ele quem vai ter que saldar a dívida.

Antes de qualquer assinatura, o fiador precisa estar ciente das responsabilidades assumidas e ter uma relação de confiança com o afiançado. Por isso, o Proteste (Associação de Consumidores) alerta sobre os cuidados que devem ser tomados por quem assume essa posição:

  • O devedor possui condições financeiras de cumprir a obrigação assumida?
  • Qual é o impacto que a fiança vai gerar no patrimônio do fiador se for necessário pagá-la?
  • O fiador terá condições de acompanhar, de forma regular, se as obrigações do afiançado foram cumpridas?

Mas nem sempre o fiador é exigido. A opção vai variar de acordo com a instituição que concede o crédito e sua política interna. Por isso, avalie quais são as possibilidades oferecidas no mercado e qual delas se adequa melhor ao seu caso. Pode ser, por exemplo, que não seja solicitado apresentar fiador e, ao invés disso, a instituição financeira coloque no contrato o próprio bem como garantia do negócio, e ele fica alienado até o fim do pagamento. Assim, o banco pode retomar o imóvel em caso de inadimplência.

Economize para ter crédito imobiliário

Para não precisar de fiador no crédito imobiliário, é essencial se planejar com antecedência. Com o orçamento em dia, você vai conseguir economizar e ter dinheiro para dar uma entrada significativa no momento da compra do seu imóvel. Assim, há chances de convencer o seu gerente de que não precisa de ninguém para garantir a sua dívida.

Se você tem pressa, acalme-se. Junte dinheiro e faça um financiamento mais curto, com parcelas menores. É o que ensina o sócio da Monte Bravo Investimentos, Pier Mattei. “O empréstimo bancário deve ser evitado porque, depois de acionado, a pessoa terá que trabalhar para pagá-lo com juros”, diz.

A melhor estratégia, conforme Mattei, é sempre identificar o quanto se precisa e se trabalhar exclusivamente para alcançar aquela meta. Em caso de financiamento, ele será melhor quanto menor for o número de parcelas.

Assistência para imprevistos

Conquistou o crédito imobiliário, entrou na casa nova e se deparou com imprevistos elétricos ou hidráulicos? Com o Vivo Assistência Casa e Auto, você conta com serviços de eletricista e encanador para sua casa, socorro mecânico para seu automóvel e chaveiro para os dois, sempre que precisar, por apenas R$ 5,90 por mês.

> Vivo Assistência Casa e Auto: Garanta socorro mecânico em emergências

Gostou das dicas sobre crédito imobiliário? Deixe seu comentário.

almofadas para sofá
como calcular a reforma de um apartamento
quanto custa um seguro de casa
como escolher uma seguradora de veiculos
preço de imoveis começa a cair
como abrir uma empreiteira