Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Descubra quanto custa passar uma semana em Nova York

A- A+

A Big Apple é – e, provavelmente, sempre será – o sonho de viagem de muitos brasileiros. Se esse é também o seu caso, saber quanto custa passar uma semana em Nova York é válido para poder realizar esse passeio com a maior tranquilidade financeira possível.

Naturalmente, falar em valores é algo muito subjetivo, pois dependerá dos seus objetivos de viagem. Com o dólar valorizado, passar alguns dias nessa metrópole americana exige disciplina financeira para não entrar no vermelho. Isso inclui optar por hospedagem e refeições mais simples e aproveitar melhor os passeios.

É bom saber quanto custa passar uma semana em Nova York

Nova York oferece vários atrativos gratuitos e outros com preços bem acessíveis. Foto: iStock, Getty Images

Quanto custa passar uma semana em Nova York

Se você quer estimar quanto custa passar uma semana em Nova York, pegue papel e caneta e comece a traçar o seu planejamento de viagem.

Para ter uma ideia de valores, somente em diárias de hospedagem e alimentação, a média de gastos é de US$ 133 por dia (na cotação atual, cerca de R$ 480). Ou seja, em uma semana, a despesa alcançaria em torno de US$ 930, ou R$ 3.350.

Mas esse valor pode ser até menor, dependendo da sua disposição. A dica é buscar hospedagem em bairros menos elegantes – mas igualmente atraentes – como Brooklyn ou Queens. Você poderá encontrar diárias de hotel próximas aos US$ 80 ou mesmo albergues na faixa de US$ 40 (ou seja, gastando algo entre R$ 140 e R$ 290 por dia).

Se não quer (ou não pode) gastar muito, esqueça as regiões nobres, como Manhattan, pois uma hospedagem nessa área pode comprometer demais seu orçamento e em poucos dias.

Se optar pela alimentação de baixo custo, os preços médios – conforme o site Quanto Custa Viajar – são de US$ 5,40 por café da manhã, US$ 37 por almoço e US$ 50 por jantar.

A dica, nesse caso, é saber aproveitar o que há nos supermercados, feiras ou quiosques – sobretudo na refeição noturna, que é a mais cara. Os mercados costumam vender pratos prontos e congelados, o que pode facilitar muito em termos financeiros.

Ótimas atrações de graça (ou quase)

Outro fato interessante é que há muitos passeios imperdíveis onde você pode conhecer o charme e as luzes da cidade sem gastar. As visitas ao SoHo, à Chinatown, à Ponte do Brooklyn, à Catedral de São Patrício e à Times Square, por exemplo, não custam nada e são parada obrigatória para qualquer turista.

Outros lugares bastante requisitados contam com preços razoáveis. É o caso do Empire State (US$ 32), do Museu Metropolitan (US$ 25) e do Museu Guggenheim (US$ 18). Caso queira fazer um roteiro cultural mais completo, a dica é adquirir o New York Pass – um passe turístico que dá direito a entrar em vários locais com valor reduzido.

Se você economizar em alguns itens, pode também se dar o direito de experimentar alguns luxos, como assistir a um musical na Broadway. O ideal, nesse caso, é comprar o ingresso antecipado. Assim, poderá conseguir um desconto.

Para poder economizar em Nova York, usar o transporte público é fundamental. O metrô tem preços acessíveis, que podem ser ainda mais reduzidos se você comprar um passe para vários dias. O táxi não é indicado por ser caro, sem contar que o trânsito pode ser bastante lento.

Até mesmo nas passagens aéreas há certas formas de economizar. Além de utilizar seus programas de milhagens para conseguir descontos, pesquise os valores dos tickets nas terças e quartas-feiras. Nesses dias, geralmente, os preços são menores.

Você vai se interessar por:

Encontre sua passagem no Vivo Compras

Agora que já consegue estimar quanto custa passar uma semana em Nova York, é hora de pesquisar preços e programar suas férias. E para isso o Vivo Compras pode ser um excelente aliado: o portal ajuda a encontrar as passagens aéreas mais baratas, os pacotes turísticos de melhor custo-benefício e as opções de hospedagem que cabem no seu bolso.

Seu cartão para os gastos na viagem

Se você quer um cartão para pagar por seus gastos durante a viagem é só escolher aquele que mais se adapta às suas necessidades e exigências. Com os Cartões de Crédito Vivo, você pode parcelar em até 12 vezes sem juros nas lojas Vivo e somar pontos no programa de recompensas Vivo Valoriza.

Oferecidos em parceria com o Itaú e o Santander, eles também dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Gostou de saber quanto custa passar uma semana em Nova York? Compartilhe as dicas!

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito