Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Descubra quando optar pela portabilidade de crédito

A- A+

Você sabia que, quando uma pessoa está insatisfeita com os serviços que recebe em seu banco ou busca mais vantagens, existe a opção de portabilidade entre instituições financeiras? Ela pode ser a chance de você trocar a sua dívida por uma com taxa de juros mais vantajosa ou mesmo obter serviços com a qualidade que gostaria.

O que é a portabilidade

“A portabilidade de crédito é uma operação que dá oportunidade ao cliente que fez uma dívida com determinada taxa de juros em um banco transferir, gratuitamente, seu crédito para outra instituição que apresenta uma melhor oferta”, explica o educador financeiro Antonio Nascimento.

Sua principal vantagem é a possibilidade de, no fim de contas, reduzir o valor da parcela. Um dos motivos que justifica essa diminuição é que não ocorre novamente o pagamento de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Mas Nascimento alerta que, para isso, o procedimento utilizado deve ser rigorosamente igual.

As trocas mais comuns ocorrem em caso de dívidas de cartão de crédito, cheque especial, financiamento de veículo, crédito imobiliário e pessoal. Afinal, é nesses momentos que o consumidor busca taxas diferenciadas para colocar as contas em dia e evitar que as dívidas se tornem parte da rotina. A decisão por migrar de instituição financeira depende do Custo Efetivo Total (CET) e de outros encargos, como taxas administrativas. Tendo esse valor em mãos, é possível barganhar melhores condições em outros bancos.

Realizar a portabilidade de crédito é um direto do cliente. Foto: iStock, Getty Images

Realizar a portabilidade de crédito é um direto do cliente. Foto: iStock, Getty Images

Como funciona a portabilidade de crédito

Para quem deseja fazer a portabilidade, Nascimento indica que são quatro pontos fundamentais a serem avaliados e destaca:

Prazos e valor da dívida: de acordo com o Banco Central, o primeiro passo é descobrir qual é o valor total da dívida que possui com a instituição financeira que concedeu o crédito. O banco do qual você é cliente, mas está saindo, é obrigado a fornecer o saldo devedor, assim como o número de contrato, modalidades e taxas de juros envolvidas. Ele possui um dia útil para fazer isso. O educador lembra ainda que a instituição também tem cinco dias para fazer uma contraproposta

Quitação:  com os valores e informações em mãos, tudo deve ser informado ao novo banco, que será responsável por quitar os pagamentos com a instituição financeira que você está deixando. Todo o processo é feito de forma interna, entre os dois bancos

Obrigação: Nascimento lembra que o Banco Central garante ao cliente o direito de ter a portabilidade. Ou seja, uma vez tomada a decisão, e de acordo com as especificações previstas, o banco deve acatar. A instituição para a qual você deseja levar a dívida, por outro lado, não possui a obrigação de aceitar o seu pedido. No novo empréstimo, somente a taxa de juros pode ser alterada. Assim, devem ser mantidos o prazo e o valor da operação original

Custos: caso você opte pela troca de banco, será proibido que cobrem os custos da transferência de recursos. Mas é preciso ter atenção, pois outras taxas podem ser envolvidas no negócio, como é o caso da tarifa de confecção de cadastro para início de relacionamento. O seu banco antigo pode ainda pedir o pagamento de uma tarifa de liquidação antecipada, em caso de operações de crédito e arrendamento mercantil (apenas para aquelas que foram contratadas antes de 10 de dezembro de 2007). Para os contratos formalizados a partir dessa data, não é permitida a cobrança.

Tarifas em bônus

Quer economizar ainda mais no banco? Uma forma de reduzir as tarifas bancárias é convertendo essas taxas em bônus para celular. O programa Conta Bônus, da Vivo, converte integralmente o valor da tarifa em bônus no seu Vivo Móvel Pré, Pós ou Controle. Os benefícios, disponibilizados em até 7 dias úteis após o débito da tarifa, ficam disponíveis por 30 dias a partir da data de concessão.

> Conta Bônus: Transforme tarifas bancárias e anuidade do cartão em bônus para o celular

Gostou das dicas sobre portabilidade? Compartilhe!

como lucrar vendendo cachorro quente
como lucrar vendendo bolo no pote
não consigo pegar empréstimo
cooperativa habitacional
como abrir uma franquia de alimentos
como abrir uma empresa de coleta de entulho