Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Descubra o que é DPVAT e como utilizá-lo

A- A+

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é um gasto conhecido de quem possui um carro. Mas vocês sabe para que serve o seguro por Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT)?

Como funciona o seguro DPVAT

Regulado através da Lei 6.194/74, o DPVAT é um seguro de responsabilidade civil obrigatório, explica o gerente comercial da Maffei Veículos, Marcelo Giglio Junior. Seu objetivo é indenizar as vítimas de acidentes de trânsito por morte e invalidez permanente total, além d e garantir o reembolso das despesas médicas e hospitalares. Ou seja, não estão inclusos danos materiais como roubo, colisão ou incêndio do veíulo.

A indenização pode ser solicitada por qualquer vítima de acidente que envolva um veículo, incluindo motoristas, passageiros e os seus beneficiários. O ressarcimento pelos danos causados ocorre de forma individual para cada uma das pessoas que solicitaram o benefício.

O pagamento deve ser feito por veículos como carros, motocicletas, caminhões e ônibus. O valor varia de uma categoria para outra. Em 2015, por exemplo, os proprietários de automóveis precisaram desembolsar R$105,65, já os condutores de motos R$292,01.

DPVAT

O DPVAT é um seguro obrigatório, usado para indenizar vítimas de acidentes de trânsito. Foto: iStock, Getty Images

Como solicitar a indenização do DPVAT

Os pedidos de indenização podem ser feitos de maneira simples, sem a necessidade de intermediários.  Basta se dirigir até um dos pontos de atendimento do DPVAT. Para receber o benefício, a vítima ou seu beneficiário deve voltar a esse mesmo local.

Os documentos necessários variam a partir da modalidade de indenização solicitada, que pode ser por morte, invalidez permanente ou ainda para o reembolso de despesas médicas. O prazo para solicitação é de até três anos, de acordo com as regras do Novo Código Civil. O desenvolvimento do processo também pode ser acompanhado pela internet, de forma prática.

O beneficiário do seguro varia segundo a circunstância de cada caso. Confira como funciona:

–  Morte: metade da indenização é paga ao cônjuge da vítima e o restante é direcionado aos herdeiros, de acordo com a ordem de hereditariedade

Invalidez permanente: a própria vítima do acidente é beneficiada com o valor pago pelo seguro DPVAT

Reembolso de despesas médicas e hospitalares: novamente, quem recebe o dinheiro é a vítima.

Assistência em emergências

O seguro DPVAT ajuda você nos casos em que que os danos são pessoais, mas também é importante estar preparado para problemas com o seu carro. Com o Vivo Assistência Casa e Auto, você conta com serviços de eletricista e encanador para sua casa, socorro mecânico para seu automóvel e chaveiro para os dois, sempre que precisar, por apenas R$ 5,90 por mês. É mais praticidade para o seu dia a dia.

> Vivo Assistência Casa e Auto: Garanta socorro mecânico em emergências

 

Você também está na dúvida sobre o seguro DPVAT? Comente!

meu marido morreu tenho direito a pensão
como calcular a reforma de um apartamento
quanto custa um seguro de casa
como escolher uma seguradora de veiculos
preço de imoveis começa a cair
economizar no seguro da casa