Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Descubra como lidar com a avareza sem descuidar do bolso

A- A+

Para os cristãos, ela é considerada um dos sete pecados capitais. Mas mesmo para quem não segue nenhuma religião, conviver com uma pessoa “mão de vaca” ou “pão dura” – como é dito na linguagem popular – nem sempre é tarefa fácil. Se você não sabe como lidar com a avareza dos outros ou mesmo a sua, esse artigo pode ser útil.

De início, é necessário compreender o que é a avareza. Quando o assunto são finanças, o avarento é aquela pessoa que supervaloriza o dinheiro. Ele se esquece de que, na verdade, ele é uma moeda de troca. O indivíduo com esse perfil poupa apenas para guardar e não para investir em um determinado objetivo.

como lidar com a avareza

Avarento supervaloriza o dinheiro. Foto: iStock, Getty Images

Como lidar com a avareza? Confira dicas práticas

De forma geral, a pessoa avarenta pode ser identificada por meio de, pelo menos, três características bem específicas:

  1. Procrastinação: evita ao máximo utilizar o dinheiro e sempre arruma uma desculpa para não gastar.
  1. Indecisão: não tem um objetivo ou meta e não sabe como usar o dinheiro, por isso nunca o faz.
  1. Valorização excessiva do dinheiro: a pessoa avarenta quer acumular capital, mesmo em detrimento de sua qualidade de vida.

Se você identifica em si mesmo tais aspectos, saiba que é possível monitorar e melhorar esse comportamento, para evitar conflitos internos e com as pessoas ao seu redor. Inicialmente, lembre-se de que o dinheiro existe justamente para ser trocado por produtos e serviços que garantem bem-estar.

Diante de tal constatação, lembre-se de que você pode – e deve – gastar dinheiro, pois é para isso que ele serve. Se for para poupar, tenha em mente a razão pela qual você deseja fazer acumular capital. E, quando atingir a meta necessária para adquirir o que deseja, não tenha medo de retirar o valor da conta.

Já se você não é avarento, mas precisa lidar com alguém que possui esse perfil, o diálogo é sempre o melhor caminho. Procure expor, de forma educada, que os gastos podem ser vistos sob outra perspectiva e que, quando valem a pena, não há problema algum em desembolsar dinheiro.  

Você vai se interessar por:

Proteção para o seu celular

Se o celular é indispensável para você, que tal cuidar melhor dele? Você pode evitar o prejuízo financeiro em caso de roubo, quebra e outros acidentes com o seu aparelho. O Vivo Multiproteção Celular oferece proteção para aparelhos novos, em caso de roubo ou furto qualificado e cobertura adicional contra danos materiais ao celular. Você também concorre a sorteios mensais de R$ 10 mil.

> Vivo Multiproteção Celular: Proteja seu aparelho contra roubo, furto, quebra e imersão em água

Já sabe como lidar com a avareza? Deixe um comentário com a sua opinião sobre as nossas dicas.

É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
queda do dólar
viajar para a China
viajar para a Tailândia
juros cobrados no cartão de crédito
viagens econômicas pela Europa