Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Descubra como investir em ações nos EUA sem sair do Brasil

A- A+

Voltar os olhos para o mercado americano parece tentador para muitos investidores brasileiros. Além de uma economia mais estável, os Estados Unidos apresentam um sistema empresarial mais maduro, diversificado e desenvolvido, o que faz muitos se questionarem sobre como investir em ações nos EUA.

Essa é uma ideia que vai ao encontro da recomendação de consultores para diversificar os investimentos, ou seja, “não colocar todos os ovos na mesma cesta”. Afinal, além de apostar em vários tipos de produtos financeiros (renda fixa, imóveis, ações, ouro, etc.), é possível praticar a diversificação geográfica.

Saber como investir em ações nos EUA é válido

Você não precisa ir para Wall Street para apostar em ações de empresas americanas. Foto: iStock, Getty Images

Como investir em ações nos EUA

Desde 2010, é possível negociar ações estrangeiras na própria BM&FBovespa, a Bolsa de Valores de São Paulo. A possibilidade dos investidores brasileiros diversificarem seu portfólio se dá por meio dos Brazilian Depositary Receipts, os BDRs, certificados representativos de ações de empresas estrangeiras negociados na bolsa brasileira.

Há três tipos de BDR. Os de nível 1, não patrocinados, são de empresas não registradas como companhia aberta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Assim, elas não estão sujeitas às mesmas regras de divulgação e informação das empresas brasileiras. Esse tipo de ação só pode ser adquirida por meio da BM&FBovespa por fundos de investimento, instituições financeiras, administradores de carteira ou pessoas físicas com mais de R$ 1 milhão para investir.

Já os BDRs nível 2 e 3, patrocinados, são de empresas registradas e que adotam, portanto, os mesmos procedimentos das companhias brasileiras e se comprometem a informar o mercado brasileiro simultaneamente à bolsa do seu país de origem. Esses dois tipos de BDR podem ser negociados na bolsa brasileira sem restrições.

Alternativas para investir em ações estrangeiras

Há como investir em ações nos EUA de outras duas maneiras. A primeira é procurar um fundo de investimento que negocie BDRs. Assim, é possível adquirir ações estrangeiras, inclusive do nível 1, com investimentos a partir de R$ 1 mil. Você terá um gestor profissional selecionando os papéis mais atrativos no momento, mas pouca autonomia para administrá-los.

A última opção é abrir conta em uma corretora americana. O ideal é procurar uma corretora direta – pois há algumas que são apenas intermediárias entre o cliente e uma agência maior.

Aberta a conta, você vai enviar uma remessa de dinheiro por meio de um banco autorizado e irá submeter o investimento às regras tributárias brasileiras. Se você for por esse caminho, tenha muita atenção: escolha uma corretora registrada legalmente e calcule bem os custos da operação para não acabar tendo prejuízo ou “empatando”.

Você vai se interessar por:

Prós e contras do investimento

Agora que você já sabe como investir em ações nos EUA, planeje bem as suas aplicações. Lembre-se que, negociando BDRs, você estará exposto, além das oscilações da Bolsa, à flutuação do dólar.

Por outro lado, terá a possibilidade de diversificar seus investimentos não apenas em outro país, mas também em empresas de diversos setores. A indústria da tecnologia, por exemplo, abrange algumas das principais companhias americanas, enquanto encontra pouca representatividade na bolsa brasileira.

 

Gostou das nossas dicas financeiras? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito