Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Descubra como abrir um negócio de confecção de camisetas

A- A+

O Brasil tem a quinta maior indústria têxtil do mundo, de acordo com a Organização Mundial do Comércio (OMC). Essa é uma atividade praticada há cerca de 200 anos por aqui, e emprega diretamente 1,7 milhão de pessoas no país atualmente, segundo a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit). Por essas e outras, abrir um negócio de confecção de camisetas pode ser uma boa oportunidade de negócio.

Mulher trabalha na confecção de camisetas

Com equipamentos mais modernos, é possível aumentar a escala de produção. Foto: iStock, Getty Images

Como montar uma confecção de camisetas

Pegue uma camiseta no seu guarda-roupas e repare como ela é simples. Sua fabricação não é complicada, mas as máquinas utilizadas são cada vez mais modernas, para permitir uma produção em maior escala sem grande aumento na mão-de-obra.

Ao utilizar maquinário simples e ter uma produção pequena em relação ao número de empregados, o problema é que o produto provavelmente sairá muito mais caro do que o da concorrência, especialmente se levarmos em conta as confecções de países asiáticos, líderes mundiais no setor.

Os principais equipamentos necessários para a confecção de camisetas são, de acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae):

  • Máquina de costura galoneira
  • Máquina de costura overlock
  • Máquina de corte
  • Mesa de corte
  • Máquinas para bordar
  • Ferros de passar
  • Agulhas e linhas
  • Mesas de apoio
  • Tesouras
  • Instrumentos de medição.

Para comportar tudo isso, é preciso um espaço muito grande e arejado, ou seja, o investimento inicial com a estrutura necessária para a confecção de camisetas costuma ser alto. Isso sem contar o treinamento dos funcionários para operar as máquinas corretamente.

Criar estampas é alternativa

Se você acha muito arriscado investir em toda essa estrutura sem ter certeza de que conseguirá concorrer com os produtos chineses , a saída pode ser investir nas estampas. Nesse caso, você não produziria a camiseta, apenas encontraria um fornecedor barato, criaria as estampas e revenderia o produto com valor agregado – a sua criatividade.

O equipamento para isso é mais simples, envolve principalmente uma máquina para a impressão das estampas. Há dois tipos mais comuns:

  • Serigrafia: a tinta é aplicada por cima de uma tela de nylon perfurada, impressa a partir de um filme fotolito. O tecido recebe a tinta através dos furos da tela. É uma técnica antiga, mas ainda é uma das mais populares.
  • Transfer: é um método mais moderno e mais fácil para produzir materiais coloridos. Ele usa a transferência de uma imagem do papel para o tecido por meio da aplicação de pressão e alta temperatura, com uma prancha aquecida. O equipamento é mais caro do que a máquina de serigrafia.

Para se especializar na criação de estampas, a empresa precisa de um bom designer para criar artes bonitas e atrativas. O ideal é encontrar um nicho, que geralmente envolve a cultura pop. Você pode imprimir imagens relacionadas a filmes, séries de TV, bandas ou frases engraçadas e inteligentes.

Além de bolar artes criativas, é fundamental ter um material de qualidade. Não vale a pena aumentar a sua margem de lucro comprando o produto mais barato se a confecção de camisetas não for de qualidade. Dessa maneira, mesmo que o cliente ache suas estampas bonitas, não vai voltar a comprar de você.

Você vai se interessar por:

Gostou das nossas dicas sobre confecção de camisetas? Então, compartilhe o conteúdo.

como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria
como montar uma empresa de cromagem
como montar uma empresa de churros
como lucrar na crise
cursos de empreendedorismo