Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Desconto em imóveis para compra atinge maior nível desde 2013

A- A+

Se você quer comprar casa ou apartamento, o momento pode ser ideal para fechar um bom negócio. De acordo com a pesquisa trimestral FipeZap, o desconto em imóveis atingiu sua maior marca desde 2013. Além da taxa média, a proporção de compras com abatimentos também registrou o recorde da série.

Com o aumento nos descontos, talvez seja uma boa hora para realizar o sonho de comprar a casa própria. Veja neste artigo como aproveitar o momento e confira também outras dicas básicas para não se endividar ao adquirir seu próximo imóvel.

Aproveitando o desconto em imóveis

Pagar à vista ou dar um maior valor de entrada gera bons descontos no imóvel. Foto: iStock, Getty Images

Entenda o maior desconto em imóveis

Segundo os dados da pesquisa FipeZap, o valor médio de desconto em imóveis recebido por pessoas que compraram casas ou apartamentos nos últimos 12 meses foi de 9,3%. Esse é o maior desconto médio já registrado desde que o levantamento começou a ser feito, em 2013.

Além disso, o percentual de compras realizadas com desconto em imóveis também atingiu o maior nível desde 2013. Conforme a pesquisa, 76,6% das pessoas que compraram imóveis nos últimos 12 meses receberam desconto no valor total.

A pesquisa aponta ainda que ocorreu um aumento na proporção de pessoas que pretendem comprar um imóvel nos próximos 3 meses. Em relação aos 43% do último semestre de 2015, subiu para 46% no primeiro de 2016. Por outro lado, na comparação anual, houve queda, pois no primeiro trimestre de 2015 o percentual era de 48%.

Como realizar o sonho da casa própria

A melhor maneira de comprar uma casa ou apartamento e garantir o desconto em imóveis é através do pagamento à vista. Esperar e passar mais tempo juntando dinheiro antes de fechar a compra pode ajudar a conseguir um preço bem mais baixo em relação ao valor financiado, por exemplo.

Por isso, umas das principais dicas para realizar o sonho da casa própria é fazer um bom planejamento em longo prazo, avaliando todas as possibilidades e encontrando o melhor método de acordo com cada caso e situação financeira.

Para quem não possui uma quantia em dinheiro para comprar o imóvel à vista, por exemplo, a opção pode ser recorrer ao financiamento. Mas para diminuir a quantidade de prestações e o tempo que ficará pagando, ou então, o valor das parcelas, vale tentar guardar uma parte do valor para dar uma entrada.

Outra dica para reduzir o tempo de empréstimo é abater parte do valor total com recursos extras, como o FGTS ou mesmo bônus salariais, a exemplo do décimo terceiro salário.

Além disso, para evitar imprevistos, é recomendado ter uma reserva de um valor proporcional a algumas parcelas do financiamento. Vale lembrar que, mesmo que perca o emprego ou tenha um problema de saúde, as prestações do empréstimo precisam ser pagas em dia, sob pena de juros adicionais que costumam ser altos.

Você vai se interessar por:

Mais descontos ao seu alcance

Se você gosta de descontos, que tal fazer as suas compras pagando menos? Para aproveitar as melhores promoções, conheça o Vivo Descontos. Com esse serviço, você terá direito a cupons de desconto e promoções em restaurantes e lojas das melhores marcas do Brasil. Ao se cadastrar, você recebe ofertas exclusivas com link direto para página e ainda dicas básicas de planejamento financeiro para planejar melhor seus gastos e fazer seu dinheiro render mais.

> Vivo Descontos: Receba cupons ilimitados por SMS, internet ou aplicativo de smartphones

E você, pretende aproveitar o momento propício ao desconto em imóveis? Comente!

metas de curto médio e longo prazo
quando vale a pena comprar título de capitalização
investir em imóvel na planta vale a pena
como conseguir desconto na compra de livros
exemplos de produtos supérfluos
como pechinchar na internet