Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Demandas trabalhistas contam com atendimento agendado

A- A+

Seja para tirar a primeira via da Carteira de Trabalho, solicitar uma nova ou mesmo dar entrada no pedido do seguro-desemprego, as horas gastas em filas dificultam o acesso a serviços básicos. Seria ótimo se tudo pudesse ser feito no formato de atendimento agendado, não é mesmo?

Desde junho de 2014, essa já é uma realidade para o trabalhador brasileiro. Para diminuir o tempo de espera, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) criou um Sistema de Atendimento Agendado (SAA) para dar acesso eletrônico aos serviços da pasta.

Em agosto deste ano, o SAA ganhou uma sala de monitoramento. Conforme o Ministério do Trabalho, o serviço de atendimento oferecido ao público passa a ser acompanhado em tempo real.

O objetivo é ter na estratégia uma alternativa para avaliar a produtividade dos atendentes e mesmo monitorar a qualidade dos serviços oferecidos ao público. A partir dos resultados, a ideia é aprimorar o sistema e permitir que o SAA amplie o número de cidades atendidas a partir da internet.

Atendimento agendado facilita a vida do trabalhador.

Objetivo da ferramenta é tornar o atendimento ao trabalhador mais fácil e ágil. Foto: iStock, Getty Images

Como funciona o Sistema de Atendimento Agendado

Embora o recurso ainda não esteja disponível na maioria das cidades do país, ele já está presente em todos os estados e permite agendar o atendimento através de site específico. Basta selecionar o seu estado, cidade, uma unidade de atendimento e optar pelo serviço que deseja utilizar.

Na sequência, você é orientado a inserir dados como o seu CPF e data de nascimento, para depois escolher o dia e o horário em que pode comparecer à unidade selecionada. Caso mude de ideia ou surja algum imprevisto, é possível também fazer o reagendamento.

Atendimento agendado ainda é limitado

Mas é preciso estar atento, pois as opções disponíveis podem ser limitadas. No caso da cidade de São Paulo, por exemplo, são quatro os locais que admitem o agendamento.

Enquanto a Gerência Regional do Trabalho e Emprego de São Paulo – 1 Norte permite fazer a emissão de Carteira de Trabalho Estrangeiro, solicitar seguro-desemprego e fazer o registro profissional, por exemplo, a Gerência Regional do Trabalho e Emprego de São Paulo – 3 Leste só oferece orientação trabalhista.

Em outros estados, a limitação envolve ainda o número de municípios com acesso ao Sistema de Atendimento Agendado, que muitas vezes fica restrito à capital.

Segundo o chefe de gabinete da Secretaria Executiva do MTE, Lucas Eduardo Pompeo de Mattos, a meta é, até o fim do ano, ter o recurso em pleno funcionamento em todas as superintendências regionais, que devem replicá-lo para as demais gerências e agências do país.

Você vai se interessar por:

Saiba como fazer a segunda via da carteira de trabalho

Comunicação de Acidente de Trabalho é obrigatória. Conheça as regras

Veja como agendar seguro-desemprego e garanta seu benefício

Ministério do Trabalho aposta na tecnologia

O atendimento agendado não é a única aposta do MTE quanto ao uso da tecnologia para aprimorar processos. Em abril deste ano, passou a valer a regra que determina às empresas preencher o requerimento do seguro-desemprego de seus empregados pela internet.

Conforme resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador, os empregadores devem utilizar o aplicativo Empregado Web, disponível no Portal Mais Emprego, não apenas para casos de seguro-desemprego, como também para a comunicação de dispensa de trabalhadores.

 

Gostou das dicas sobre o atendimento agendado? Compartilhe!

como lucrar vendendo cachorro quente
como lucrar vendendo bolo no pote
como abrir uma franquia de alimentos
como abrir uma empresa de coleta de entulho
como se relacionar com as pessoas no ambiente de trabalho
como aumentar a produtividade