Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Deixar bem como garantia é opção para empréstimo

A- A+

Você sabia que é possível deixar um bem como garantia para tomar um empréstimo? Para quem deseja saldar as dívidas ou mesmo ter crédito para investir em projeto pessoais, essa é uma opção que costuma gerar juros mais baixos. Mas, antes de ir ao banco e fazer o pedido ao seu gerente, fique atento e conheça o funcionamento dessa modalidade.

Opções para deixar um bem como garantia

Para quem deseja utilizar um bem como garantia para obtenção de crédito, o educador financeiro Antonio Nascimento explica que, de modo geral, há três tipos de garantira real aceitos no mercado: penhor, consignação dos seus rendimentos mensais e hipoteca.

“Garantia real é onde o próprio devedor, ou alguém por ele, destina todo ou parte do seu patrimônio para assegurar o cumprimento da obrigação contraída. Normalmente, os bancos aceitam carro, imóvel e até investimentos como garantia para fazer empréstimos”, esclarece Nascimento.

Isso pode ser feito, por exemplo, a partir de um refinanciamento imobiliário. Basta ter um imóvel quitado e registrado no seu nome para oferecer à instituição financeira como garantia de que a sua dívida será paga. O mesmo pode acontecer com o seu veículo. Nesse caso, a avaliação da taxa de juros é feita a partir da idade e do estado do automóvel. Atualmente, as taxas para empréstimos com garantias de automóvel estão entre 1,8% e 2,3% ao mês.

Antes de fechar o negócio, verifique as taxas envolvidas e se há real necessidade de deixar seu bem como garantia. Foto: iStock, Getty Images

Antes de fechar o negócio, verifique as taxas e se há real necessidade de deixar seu bem como garantia. Foto: iStock, Getty Images

Quando deixar um bem como garantia

A maior vantagem de optar por essa modalidade é contar com taxas de juros mais baixas do que a maioria das outras linhas de crédito, que não dão ao banco garantias. Para Nascimento, ele é indicado para pessoas que precisam mudar o perfil de suas dívidas, diminuindo as taxas envolvidas e gerando economia.

Joana D’arc Santos, corretora de seguros e coach financeira, destaca que pode ser uma boa opção para quem deseja obter recursos financeiros com prazos maiores, mesmo que o ideal seja poupar para planejar as aquisições à vista. Isso porque, em alguns casos, o próprio bem a ser adquirido garante o retorno do investimento. Por exemplo, o financiamento de um veículo para taxista ou de uma sala comercial para ser alugada. Mas é preciso estar atento ao risco: em caso de inadimplência, você pode perder o imóvel ou carro dado como garantia.

Cartões de crédito com benefícios

Quer mais praticidade e segurança para movimentar o seu dinheiro, inclusive para receber crédito das instituições financeiras? Então conheça os Cartões de Crédito Vivo, uma parceria com o Itaú e o Santander. Eles dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Você também pretende deixar um bem como garantia? Comente!

O controle financeiro pessoal e o futebol
Casal melhora as finanças pessoais
Comprar tablet
Mulher entende o que é carnê-leão
Comprar smart tv
Empréstimo ou financiamento