Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Declarar Imposto de Renda sem ser obrigado é vantajoso

A- A+

Pensar em declarar Imposto de Renda já gera uma dor de cabeça para muitos. Já aqueles que não são obrigados a prestar contas ao Leão não precisam se preocupar com as inúmeras dúvidas que surgem na hora de apresentar a sua contabilidade pessoal para a Receita Federal. Mas você sabia que é interessante fazer a declaração seja qual for o seu rendimento tributável anual?

As vantagens de declarar Imposto de Renda mesmo quando não há essa obrigação ficam mais evidentes quando há valores a serem restituídos, o que pode acontecer com contribuintes que foram tributados na folha de pagamento e, ao final do ano, não alcançaram o valor mínimo para a obrigatoriedade da declaração.

Preparação para declarar Imposto de Renda

Quem teve imposto retido e não atingiu a renda tributável pode ser restituído. Foto: iStock, Getty Images

Por que declarar Imposto de Renda

A regra principal para saber se você é obrigado a declarar Imposto de Renda é essa: se, no ano anterior, você recebeu mais de R$ 28.123,91 em renda tributável, precisa fazer a declaração. O salário que você recebe mensalmente da sua empresa, por exemplo, é um tipo de renda tributável.

O que acontece é que os trabalhadores têm descontado na sua folha salarial uma alíquota referente ao Imposto de Renda, o chamado imposto retido na fonte. Aqueles que recebem até R$ 1.903,98, porém, estão isentos dessa taxa.

Mas em determinado mês, o contribuinte ter recebido um salário acima disso, por conta de fatores como o adicional de um terço do salário no período de férias, ou então o recebimento de valores relativos a uma rescisão trabalhista.

São esses valores a mais que podem originar a tributação na folha de pagamento, mesmo que o trabalhador não totalize, ao final do ano, mais de R$ 28.123,91 de renda tributável. Nesse caso, é possível solicitar a restituição e, para isso, é necessário fazer a declaração do Imposto de Renda.

O outro cenário possível é se o contribuinte trabalhou poucos meses em um emprego, teve dinheiro descontado em folha nesse período e deixou o trabalho, novamente sem totalizar o valor mínimo para a obrigatoriedade da declaração.

Em ambos os casos, se o contribuinte não declarar Imposto de Renda, está deixando de receber um valor que é seu por direito. Além disso, a remuneração sobre o dinheiro devido é de acordo com a taxa Selic, ou seja, rende mais que a poupança e acima da inflação.

Declarar Imposto de Renda evita complicações

As situações exemplificadas acima são as mais evidentes, pois, sem a declaração, o contribuinte terá prejuízo. Mas declarar Imposto de Renda ainda pode ser útil mesmo para quem não tem valores a receber. Isso porque a declaração funciona como uma garantia para evitar complicações junto à Receita Federal, o que pode acontecer se você tiver um repentino aumento no patrimônio.

Vamos explicar melhor: imagine que você não recebe o suficiente para entrar no grupo que é obrigado a declarar, mas, há muitos anos, tem apertado o cinto e conseguido guardar um bom dinheiro para, enfim, comprar o seu imóvel próprio.

Essa compra certamente significará um salto significativo e totalmente legal no seu patrimônio, mas, como a Receita Federal não acompanha suas finanças, já que você não declara o Imposto de Renda, poderá ficar desconfiada e fazer questionamentos, gerando dores de cabeça desnecessárias.

Se você criar o hábito de declarar os seus rendimentos anualmente, terá sempre registrada a origem das suas economias e não precisará se preocupar. Além disso, a declaração do último exercício pode servir como complemento a uma comprovação de renda exigida em operações como o aluguel de um imóvel, por exemplo.

Você vai se interessar por:

Monitore e proteja seu CPF

Documento essencial para estar com a prestação de contas em dia com o Fisco, o CPF merece todos os cuidados. Para monitorar e proteger seu principal documento, você pode contar com o Vivo Alerta CPF.

Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Entendeu por que é importante declarar Imposto de Renda mesmo quando você não é obrigado? Se você gostou do artigo, compartilhe o conteúdo e deixe um comentário na página.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças