Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Dança de salão: conheça benefícios e veja o que precisa para praticar

A- A+

As aulas de dança de salão oferecem a possibilidade de aprender a coordenar passos e coreografias a dois com mais leveza. Entre diversos ritmos e estilos, ela também desenvolve benefícios para o corpo. Afinal, trata-se de uma atividade física intensa, que não costuma ter contraindicações.

Benefícios da dança de salão

Sociabilidade, estado emocional e condicionamento físico. Para Tom Nunes, professor da escola À Dança, são esses os três aspectos principais que a dança de salão ajuda a melhorar. Afinal, rodar pela pista exige harmonia com o parceiro e capacidade de se relacionar com os demais colegas.

No processo de aprendizagem, a respiração, a postura e a resistência muscular são trabalhados a cada novo ritmo e desafio que as coreografias oferecem. Outro benefício é o desenvolvimento da coordenação motora e da percepção de espaço, que precisam ser apuradas passo após passo. O resultado, afirma Nunes, é a liberação do estresse causado pela rotina e o fortalecimento da auto-estima.

dança-de-salão

A dança de salão desenvolve a coordenação motoro e a noção de espaço. Foto: iStock, Getty Images

Tipos de dança de salão

Para quem deseja iniciar aulas de dança de salão, a maior dificuldade pode ser escolher qual ritmo praticar. Entre os mais solicitados estão o samba de gafieira, a salsa, o zouk e o tango, destaca Carlos Oliveira, professor e proprietário da Carlos Danças.

Mas, além deles, outros tantos se somam à lista. É o caso do forró, do pagode, do bolero, do merengue e mesmo do maxixe. Oliveira explica que a principal faixa etária que procura as aulas varia entre os 21 e 29 anos, com presença constante também entre aqueles que possuem até 49.

Os preços cobrados variam de acordo com o número de aulas realizadas e o tempo de duração de cada uma delas. O mais comum é que elas durem até uma hora e aconteçam uma vez por semana, com valor médio mensal que varia entre R$100 e R$150.

Ficou curioso? Confira quais são as principais características de três dos ritmos mais procurados para as aulas de dança de salão:

– Samba de gafieira: acompanhado por instrumentos como o cavaquinho, a percussão e o choro, o samba de gafieira é um ritmo tipicamente brasileiro, que tem origem no maxixe. Os movimentos da dança são conduzidos pelo homem e o passo mais utilizado é chamado de gancho, responsável por iniciar a dança e fazer a ligação entre um movimento e outro

– Salsa: trata-se de um ritmo latino que sofre a influência de diversas culturas, inclusive a africana, mas que encontra a sua origem em Cuba. Com adaptações que variam de um lugar para o outro, sua musicalidade básica vem do chamado son cubano e incorpora passos rápidos e sensuais

– Zouk: também conduzido pelo homem, o zouk é um estilo de dança caribenho. Mas, no Brasil, é dançado de maneira diferente daquela que lhe deu origem e traz passos da lambada, em um ritmo mais lento. Um dos movimentos característicos é a inclinação feminina para trás, com as costas.

Gostou das dicas sobre dança de salão? Compartilhe!

como abrir uma academia de ginástica
como montar uma drograria
esteira ou bicicleta ergométrica
dicas para comprar uma boa esteira
como lucrar vendendo cachorro quente
como lucrar vendendo bolo no pote