Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Custódia de cheques: saiba como funciona esse serviço

A- A+

Mesmo com as modernidades oferecidas hoje em dia em termos de formas de pagamento, ainda há quem use o cheque para assegurar seus compromissos financeiros. Para esse público, dominar os termos relacionados à ferramenta é importante. A propósito, você sabe o que é a custódia de cheques?

O que é custódia de cheques

Trata-se de um serviço oferecido pelos bancos, que consiste em guardar os cheques pré-datados (ou seja, eles ficam sob custódia da instituição) e, posteriormente, depositá-los na data correta na conta do recebedor. Tanto as pessoas físicas quanto jurídicas podem recorrer a essa modalidade.

Se você é um comerciante adepto da modalidade, por não querer arcar com as tarifas cobradas nas transações efetuadas com cartões, vai o alerta: a custódia de cheques também é um serviço tarifado e os valores variam conforme o banco.

Empresários debatem a custódia de cheques

Serviço oferece garantias contra roubo e também realiza o desconto na data correta. Foto: iStock, Getty Images

Os grandes bancos também oferecem um serviço que interessa a muitos empresários: o adiantamento dos valores dos cheques. Assim, uma loja que recebe um pagamento em diversas parcelas pode entregar os talões para custódia do banco e receber o valor integral.

A segunda etapa ocorre normalmente, ou seja, o banco desconta os papéis somente na data prevista, que está assinalada no talão (o famoso “bom para”). É uma forma de manter o capital de giro da empresa mas, claro, também tem tarifas.

Segurança está entre as principais vantagens

Apesar das taxas, há benefícios quando se trata da custódia de cheques. Um dos principais, sem dúvida, é a segurança. Além de manter os valores em um cofre, o banco oferece garantia contra roubo. Assim, o cliente não corre risco que teria ao guardar dinheiro em casa e ainda conta com garantias.

O serviço administrativo também pode ser poupado, uma vez que a instituição financeira fica responsável pelo gerenciamento das datas de depósito. Alguns bancos também oferecem flexibilidade no caso daqueles clientes que queiram antecipar os pagamentos e resgatar seus talões.

Ainda assim, você pode ter um controle da administração desses valores por meio de extratos bancários, inclusive por internet banking.

Cuidados antes de contratar

Antes de optar por esse serviço, é importante fazer uma pesquisa para avaliar as taxas cobradas em diferentes bancos.

Via de regra, a tarifa bancária é cobrada por cheque, de acordo com o valor do documento. Justamente por isso, a perda pode ser grande caso não seja realizada uma boa pesquisa antes.

A custódia também é bastante utilizada por empresas que aceitam cheque como caução. Nesse caso, a segurança que o serviço oferece é muito importante em termos de guarda, com a possibilidade de resgatar o título quando necessário.

Você vai se interessar por:

Que tal um cartão?

Se a custódia de cheques ainda parece um assunto complicado para você, ou as tarifas do serviço lhe desagradam, que tal apostar em um meio de pagamento seguro e prático?

Com os Cartões de Crédito Vivo, você pode parcelar em até 12 vezes sem juros nas lojas Vivo e somar pontos no programa de recompensas Vivo Valoriza. Oferecidos em parceria com o Itaú e o Santander, eles também dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Gosta de dicas sobre serviços financeiros? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito