Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Currículo em inglês pode aproximar você do emprego dos sonhos

A- A+

Mostrar o quão preparado você está para uma vaga exige diversas estratégias, seja no Brasil ou no exterior. Por isso, é importante saber o que não pode faltar para montar um currículo em inglês. As exigências variam conforme o país onde você deseja trabalhar e, em linhas gerais, a avaliação é um pouco diferente da praticada por aqui.

currículo em inglês

Foco nos resultados é um dos segredos para montar um bom currículo em inglês. Foto: iStock, Getty Images

Currículo em inglês: o que não pode faltar

Conheça os quatro campos principais de um currículo em inglês e construa o seu com essas dicas.

1. Achievements

Conforme o professor de inglês Roberto Chiodelli, da escola Unilínguas, ao fazer um currículo em inglês, é fundamental apontar os resultados ou “achievements” que você alcançou, seja na área profissional ou em outros grupos que tenha participado – para quem não tem experiência.

Escrever somente a posição que teve na empresa e indicar características próprias não basta. É necessário apresentar exemplos de realizações, o que é um grande diferencial. Não basta registrar que foi “manager”: é preciso especificar o que conquistou nessa posição, se liderou a equipe para ter melhor performance, entre outros dados.

A mesma observação é válida para um “team player”. É preciso mostrar o que você fez profissionalmente, na escola ou em outro grupo que possa convencer seu futuro contratante de que você realmente trabalha bem em grupos.

2. Resume

Nos Estados Unidos, é muito comum utilizar o “resume”. Trata-se de um currículo mais curto, com duas páginas, em média. Geralmente, é enviado junto com uma carta de motivação (cover letter). Já na Europa, é mais comum utilizar o Curriculum Vitae, que é mais amplo, e também se preenche o EuroPass, que é bastante padronizado.

3. Qualificação

Há também os aspectos semelhantes. Conforme Chiodelli, os modelos de currículos em inglês e português são parecidos. Cursos, especializações e formações são de extrema importância e devem ser citados. “Sugiro levar muito em conta a qualidade do inglês no currículo”, avisa o professor.

4. Sinceridade

Chiodelli sempre recomenda aos alunos que saibam com clareza o seu potencial. “Não escreva aquilo que você não sabe escrever. Se fizer isso, pergunte a quem tem mais conhecimento”, alerta. Ele argumenta que erros linguísticos saltam aos olhos dos recrutadores. Da mesma forma, termos mais formais devem ser observados.

Modelo importado em território nacional

Mesmo em seleções de âmbito nacional, pessoas de outros países podem ser designadas para avaliar seu currículo. Nesse caso, vale considerar algumas dicas do currículo em inglês. Confira:

– Não é necessário colocar dados como sexo, idade, estado civil, se tem filhos ou não

– Em áreas técnicas, como TI, por exemplo, é interessante citar cursos específicos na área

– Se você exerceu o mesmo cargo em diversas empresas, é interessante colocar as atividades realizadas em cada uma delas, pois a profundidade de conhecimento de cada experiência será avaliada.

Na imagem abaixo, confira um modelo que pode ser adotado na construção do seu currículo em inglês:

Modelo de currículo em inglês

Você vai se interessar por:

Conheça o Vivo Zuum

Se você quer pagar as contas de uma forma prática e dentro do seu limite financeiro, o Vivo Zuum é uma excelente opção. Trata-se de uma conta corrente inteiramente gerenciável por celular, que permite o pagamento de boletos, transferências e recargas de celular. Se preferir adquirir o Cartão Vivo Zuum, você ainda pode fazer saques e compras no débito.

> Vivo Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Gostou das dicas para elaborar um currículo em inglês? Compartilhe!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria