Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Dinheiro emprestado com nome sujo: veja cuidados a tomar

A- A+

Tomar dinheiro emprestado é uma tarefa complicada para quem tem o nome inscrito na lista negra dos serviços de proteção ao crédito. Como, via de regra, bancos e financeiras consultam os nomes e os dados pessoais dos clientes na hora de conceder ou não um empréstimo, muitas vezes resta ao cidadão “negativado” buscar alternativas junto a empresas e entidades que oferecem crédito sem consulta ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) ou à SerasaExperian. E é aí que mora o perigo.

A internet e o mundo real estão cheios de anúncios de bancos e financeiras falsos, muitos deles oferecendo dinheiro emprestado, mas criados com o intuito de obter dados pessoais de cidadãos endividados para o posterior cometimento de golpes, que podem complicar ainda mais a vida de quem já estava em maus lençóis financeiros. De posse de dados como CPF, RG e comprovantes de renda e de endereço, pode-se realizar uma série de operações, como o financiamento de bens eletrônicos, a compra de automóveis e a emissão de cartões de crédito. Nesses casos, quando o titular dos documentos estiver com o nome sujo, o golpista não terá sucesso.

Entretanto, ele ainda poderá fazer outras operações utilizando-se dos dados da vítima. Além de abrir empresas de fachada para a aplicação de golpes, o bandido – mesmo que o nome do titular dos documentos esteja sujo, sem possibilidade de obtenção de crédito – poderá abrir contas bancárias, que poderão ser usadas para golpes, transferências irregulares ou lavagem de dinheiro, por exemplo.

O próprio Banco Central alerta os consumidores que querem pegar empréstimos oferecidos em anúncios de jornal, na rua, por telefone ou internet para conferir se a instituição tem autorização de funcionamento da autoridade monetária antes de fechar a operação

dinheiro-emprestado

Conversa com o gerente pode resultar em renegociação das dívidas. Foto: iStock, by Getty Images

Dinheiro emprestado: atenção aos consignados

No entanto, há muitas empresas honestas que oferecem dinheiro emprestado a “negativados”. Em linhas gerais, o sistema funciona da forma tradicional: o cliente solicita um valor ao banco ou à financeira, comprometendo-se a pagar o montante posteriormente, em parcelas. Nesses casos, como o cidadão já está endividado – e, por consequência, o risco de não honrar os pagamentos, teoricamente, é maior –, as taxas de juros costumam ser mais altas do que as aplicadas nas linhas tradicionais de financiamento.

Uma alternativa confiável para obtenção de crédito sem consulta é o chamado empréstimo consignado. Concedido por meio de desconto em folha de pagamento, este tipo de crédito oferece condições mais favoráveis a aposentados e funcionários públicos, mas também esta disponível para trabalhadores em empresas privadas. Nesses casos, o consumidor deve ficar atento ao comprometimento da renda, uma vez que, a partir da assinatura do contato e da liberação do dinheiro por parte da financeira, parte do salário será destinada, mensalmente, ao pagamento do empréstimo.

Para quem não pretende endividar-se ainda mais no sistema financeiro para quitar débitos já existentes, restam algumas alternativas. Consumidores que mantêm uma relação mais longa com os respectivos bancos, muitas vezes têm à disposição limites de crédito pré-aprovados, sem consulta a SPC ou Serasa. Da mesma forma, uma boa conversa com o gerente pode resultar em uma renegociação das dívidas, com desfecho positivo para banco e cliente.

Outra opção, que requer maior dedicação do consumidor, é a busca de uma reorganização financeira, a ser feita em médio e longo prazo, proporcionando a regularização das dívidas. E, em casos extremos, talvez valha avaliar a hipótese de pedir um empréstimo a um parente ou amigo, geralmente em condições mais favoráveis do que os créditos obtidos no sistema financeiro tradicional.

Monitore o seu CPF

Já imaginou um serviço que alerta cada vez que houver consultas ou movimentações em seu CPF? Entre as funções do Vivo Alerta CPF, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nas bases de dados da Serasa e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado. Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas de dinheiro emprestado? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças