Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Crédito Direto ao Consumidor: saiba como ele funciona

A- A+

O Crédito Direto ao Consumidor (CDC) é uma opção de crédito na hora de comprar bens duráveis ou um serviço. A modalidade, oferecida por bancos, financeiras e algumas lojas, prevê que o dinheiro esteja disponível ao fechar o negócio.

Mas, antes de solicitar o CDC, é preciso conhecê-lo e saber quais são suas principais características, se as taxas de juros valem a pena, vantagens, desvantagens e em quais casos ele é indicado. Do contrário, o que era para solucionar as dívidas ou realizar um sonho pode se tornar mais um problema na renda familiar.

Como funciona o Crédito Direto ao Consumidor

Em geral, ao realizar uma compra e solicitar o CDC, o cadastro vai exigir apenas o seu CPF e comprovante de residência. Como explica Denys Wiese, sócio do EuQueroInvestir.com, a loja vendedora pode financiar essa compra ou pode indicar uma financeira conveniada.

A principal vantagem é a liberação do crédito no momento da compra. Além disso, as taxas de juros são menores do que as cobradas pelo cartão de crédito e cheque especial, por exemplo. Os prazos para pagar as prestações também costumam ser flexíveis e permitir negociação.

O CDC também é oferecido dentro de um pacote de serviços de bancos, como opção de empréstimo pré-aprovado, imediato e sem burocracia para os correntistas com renda estável. O pagamento pode ser feito em até 60 meses e as parcelas são debitadas automaticamente da conta corrente.

Crédito direto

Para quem quer acesso rápido ao crédito e com burocracia reduzida, o CDC é uma opção. Foto: iStock, Getty Images 

Quando utilizar o Crédito Direto

Embora a modalidade traga vantagens, não deixe de analisar se ela se enquadra nas suas necessidades. Para quem quer obter o Crédito Direto, a indicação do fundados do General Investidor, Bruno Papi, é fazer a escolha quando os juros estão baixos ou se existir a possibilidade de negociar juros baixos nas parcelas.
“Ele é muito utilizado por comerciantes e autônomos que recebem em longo prazo um serviço prestado naquele momento, isso ajuda a manter as contas em ordem. Para pessoas com salário fixo, se deve tomar muita atenção para não gerar uma bola de neve de dívidas maior do que a renda mensal possa pagar”, complementa.
Se você tem uma empresa que faz entregas e precisa adquirir um veículo, o CDC pode ser uma boa saída. Vamos supor que o carro desejado para realizar os serviços custa R$ 40 mil e você não tem essa quantia disponível para efetuar a compra à vista. É possível pedir o Crédito Direto ao Consumidor e financiar o saldo restante em parcelas que caibam no seu bolso e com uma taxa de juros pré-fixada. Wiese também aconselha seu uso quando o tomador de crédito possui destinação certa para os recursos, principalmente se o bem comprado puder ser usado como garantia, como é o caso do próprio automóvel para o seu negócio. Nesse caso, a taxa de juros costuma ser menor.

Monitore o seu CPF

Para não ter dificuldade de acesso ao crédito, manter o seu nome longe da lista de negativados é importante. Quer ter todas as informações sobre o seu CPF? Através do Vivo Alerta CPF, um recurso oferecido pela Vivo em parceria com a Serasa Experian, você receba notificações via SMS sempre que:

  • Ocorrer uma alteração no status de seu CPF nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa consultar seu nome nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa estiver prestes a negativar o seu nome nas bases de dados da Serasa Experian.

Gostou das dicas sobre Crédito Direto? Comente!

Empréstimo ou financiamento
sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns