Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Crédito consciente: descubra quando o empréstimo pode ser bom negócio

A- A+

O empréstimo é um serviço oferecido pelas instituições financeiras, que possui taxas diferentes de acordo com o credor e as regras a que a modalidade está vinculada. Embora seja uma solução prática, que promete resolver os problemas financeiros de forma imediata, exige planejamento. Ou seja, é importante adquirir crédito consciente do impacto que a medida vai ter no orçamento.

Crédito consciente: quando recorrer ao empréstimo

A primeira informação a se considerar na hora de pedir um empréstimo é que se trata de uma dívida que você contrai com uma instituição financeira. Ou seja, o valor total a ser pago é acrescido de juros, que podem pesar no bolso mais tarde.

Por isso, a dica do economista Thiago Werminghoff, sócio-diretor da B&W Consultoria Econômica e Financeira Ltda, é simples: o empréstimo é válido quando o objetivo é trocar uma dívida mais cara, com juros mais altos, por outra menos onerosa, em que as taxas são mais atrativas. Dessa forma, fica mais fácil dar conta de todos os pagamentos e evitar atrasos. 

Antes de pedir um empréstimo, faça uma análise das taxas envolvidas e da necessidade de utilizar essa opção. Foto: iStock, Getty Images

Crédito consciente: quando não recorrer ao empréstimo

Em outras situações, a regra básica é avaliar a real necessidade de incluir essa prestação no seu orçamento. Se o carro atual atende às necessidades da família sem problemas para a locomoção, recorrer a um financiamento para trocar de veículo pode não ser a melhor opção, principalmente com a economia instável. Quando a reforma da casa cumpre fins meramente estéticos, o endividamento também deve ser repensado.

“Será que a troca do carro é necessária agora? Ou será que posso seguir com esse e economizar um tanto por mês, para dar uma entrada maior na troca dele no futuro”, exemplifica Werminghoff com as perguntas que o consumidor deve fazer a si mesmo.

Obter crédito consciente significa estar sempre atento aos juros cobrados na operação. Em alguns casos, o valor anunciado é diferente da taxa efetiva. É fundamental calcular o impacto da ação na sua renda ao longo dos meses em que as prestações serão uma realidade.

Organize suas finanças

Manter o equilíbrio financeiro é uma opção difícil para você? Quem sabe a solução pode ser ouvir as dicas de quem entende do assunto. Se você quer aprender a usar o seu dinheiro de um jeito mais inteligente, conheça o Vivo Finanças Pessoais. Com ele, você receberá mensagens e participará de jogos que lhe ajudarão a utilizar o seu dinheiro de uma maneira inteligente, controlar seus gastos e poupar. E você ainda concorrerá a sorteios diários.

> Vivo Finanças Pessoais: Receba dicas por SMS e concorra a R$ 2.500 todos os dias

Gostou das dicas para adquirir crédito consciente? Compartilhe!

O controle financeiro pessoal e o futebol
Casal melhora as finanças pessoais
Comprar tablet
Mulher entende o que é carnê-leão
Comprar smart tv
Empréstimo ou financiamento