Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Crediário ainda é opção para quem gosta de parcelar suas compras

A- A+

Preferência no passado, quando havia menos pessoas com acesso à conta corrente e poupança no país, o crediário ainda faz parte do cotidiano de uma parcela considerável da população brasileira.

Um estudo realizado em julho deste ano pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) mostrou que dois em cada dez consumidores (19%) possuem, atualmente, ao menos uma compra cujo pagamento é feito por meio de boleto ou carnê. A modalidade fica atrás do cartão de crédito, que é usado por 52% do total de consumidores entrevistados.

Entre os principais produtos adquiridos na compra com crediário, de acordo com o levantamento, estão eletrodomésticos (44%), eletrônicos (37%), calçados (31%) e roupas (30%).

Assim como qualquer outra modalidade de pagamento, o crediário possui vantagens e desvantagens. Confira algumas delas a seguir.

Compras no crediário

Calçados estão entre os principais produtos adquiridos por meio de crediário no Brasil. Foto: José Cruz, ABr

Vantagens da compra no crediário

Para o educador financeiro do Instituto Alcance, Farney Coutinho Moreira, o crediário pode ser uma excelente ferramenta para auxiliar no fluxo de caixa mensal, mas é preciso cuidado ao utilizá-la.

Segundo o especialista, é importante que o valor total de todos os crediários nunca ultrapasse um percentual entre 20% e 30% da renda. “Acima disso, a pessoa ficará com o orçamento muito comprometido com o pagamento de dívidas”, completa.

Para o colaborador do blog Educando o seu Bolso, Ewerton Veloso, o principal ponto positivo da modalidade é a possibilidade de aproveitar o tempo a seu favor.

Ele explica: por vezes, mesmo quando se tem dinheiro para comprar uma mercadoria à vista, pode valer mais a pena aplicá-lo em algum investimento financeiro, Assim, ao parcelar o preço do produto, ganha-se rendimento da aplicação.

Também quando não se tem dinheiro para pagar à vista, pode ser uma alternativa para a compra. “No entanto, nenhuma dessas duas formas é vantajosa quando o preço para comprar à vista é muito menor do que o preço a prazo”, explica o especialista. A recomendação é sempre fazer os cálculos.

Desvantagens da compra no crediário

Comprar no crediário também pode trazer algumas desvantagens. Além do preço eventualmente mais alto do que o praticado à vista, de acordo com Veloso, há outra bastante importante: o descontrole nos gastos, que pode levar ao superendividamento.

Segundo ele, o crediário transmite a sensação de que o produto custa menos, porque o desembolso é menor. O que não é verdade, pois, nos meses seguintes, haverá outros pagamentos.

“Se a pessoa não tem planejamento e disciplina, as parcelas das compras feitas no mês anterior se juntarão às das compras do mês seguinte, e assim por diante”, alerta. Isso acaba levando ao efeito bola de neve, e quando se percebe, você está cheio de dívidas, pagando juros altos e perdendo seu patrimônio.

Conheça o Vivo Compras

Se você valoriza aspectos como comodidade, melhores preços e segurança, precisa conhecer o Vivo Compras. No seu shopping virtual, é possível comparar valores e as condições de pagamento de mais 850 mil produtos em diferentes lojas, através do mesmo carrinho.

Em parceria com a Opte+, a Vivo oferece produtos de lojas virtuais como Ponto Frio, Extra, Fast Shop e Casas Bahia. No portal, é possível encontrar eletrodomésticos, eletrônicos, produtos de informática, móveis, além de passagens aéreas, pacotes e hotéis, sempre com descontos diferenciados.

> Vivo Compras: Encontre os melhores preços para suas compras

Você tem uma boa dica para compras no crediário? Deixe seu comentário.

vale a pena usar roupas de marca
feiras de trocas
Comprar tablet
Mulher entende o que é carnê-leão
Comprar smart tv
micro-ondas ou forno elétrico