Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Cooperativa habitacional possibilita sonho da casa própria

A- A+

Você que sonha em ter um lar para chamar de seu, mas não está em condições de arcar com os altos custos praticados no mercado imobiliário atual, pode ter na cooperativa habitacional como uma aliada. No país, segundo a Organização de Cooperativas Brasileiras (OCB), são 283 associações do ramo reconhecidas e mais de 123 mil cooperados. No entanto, qualquer grupo de, no mínimo, 20 pessoas pode se reunir para formar uma.

O que é uma cooperativa habitacional

Cooperativas habitacionais nada mais são que são associações de pessoas que se reúnem com o objetivo de comprar ou construir um imóvel, bem como o de fazer a manutenção e a administração desses imóveis para seu quadro social. Esse processo de autogestão é encontrado, principalmente no Distrito Federal, o Projeto Águas Claras é um exemplo.

Mas, atualmente, essas entidades funcionam mais como espécies de consórcios. Isso porque a sua característica básica é a liquidação tão logo seja concluído o projeto habitacional. Para a OCB, essa existência em novos moldes é de fundamental importância, pois a moradia é um setor ainda muito carente no país. Imóveis construídos em cooperativas podem ser comprados por um valor até 50% abaixo do encontrado no mercado imobiliário.

Em uma cooperativa habitacional, os associados contribuem com um valor mensal e têm acesso a um determinado tipo de imóvel, acordado previamente. O valor da contribuição varia de associação para associação, assim como a frequência, o acesso ao imóvel e outros termos do contrato. Mas, de um modo geral, elas operam sob esse sistema.

cooperativa habitacional

A própria cooperativa habitacional é responsável pela manutenção e administração do imóvel. Foto: iStock, Getty Images

Como não entrar em uma fria

O cuidado que precisa que se ter com esse tipo de sociedade é que não existe um órgão fiscalizador, cabendo essa tarefa também aos associados. Por isso é preciso ter muito atenção para não entrar em uma fria.

Para manter tudo da forma mais transparente possível, é fundamental ter reuniões constantes com os associados. Um estatuto aprovado em assembleia, que descreva claramente todas as suas regras de funcionamento, já é um começo. Nesses encontros, todos os sócio devem ter direito a voto.

Além disso, todos os cooperados devem ter acesso a plantas, relatórios financeiros e demais documentos que mostrem o andamento da obra. Tudo deve estar de acordo com o que for decidido em assembleia.

Você vai se interessar por:

Seguro para os seus bens

Se você tem um imóvel, uma boa dica é contratar uma proteção extra. Clientes Vivo podem contratar seguro residencial que garante, entre outras coberturas, amparo contra incêndio, raio e explosão. A apólice garante o pagamento de uma indenização, quando ocorrer danos à sua residência ou ao seu conteúdo.

O seguro ainda cobre prejuízos decorrentes de roubo ou furto qualificado, de problemas causados por danos elétricos e Responsabilidade Civil Familiar.

> Seguros para seus bens: Garanta proteção contra incêndio, raio, danos elétricos, roubo e furto

Entendeu o que é e como funciona uma cooperativa habitacional? Se ainda tiver dúvidas, deixe um comentário.

investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
dividir aluguel com alguém
não consigo pegar empréstimo
por que a poupança rende tão pouco
não consigo pagar financiamento de imóvel