Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Controle das emoções é etapa da prevenção do endividamento

A- A+

Psicólogos e publicitários, apenas para citar duas profissões, estudam o comportamento humano de maneira detalhada para prever e instigar o consumo. Não é à toa que você passa em uma loja e fica tentado a adquirir o que ali está exposto. Para resistir, é preciso ter controle das emoções, uma etapa importante na prevenção do endividamento.

Se você é daqueles consumidores impulsivos, pois, mesmo sabendo que não tem dinheiro, vai lá e compra mais uma coisinha só porque estava em promoção, as dicas deste artigo são especiais para o seu caso.

Controle das emoções

Todo dia, cérebro humano passa por diferentes testes de incentivo ao consumo. Foto: iStock, Getty Images

Como o controle das emoções pode ajudar

A razão e a emoção são dois fatores que dizem muito sobre a personalidade financeira de cada um de nós. No geral, oscilamos entre deixar uma ou outra ser predominante em nossas vidas. Quando uma delas exagera no comando, o sofrimento inevitavelmente aparece.

Quem busca independência financeira precisa ter controle das emoções. Disciplina, foco e metas fazem parte do kit para alcançar essa conquista. Tome ciência de quem comanda seus impulsos. Toda e qualquer propaganda é realizada meticulosamente para atingir seus desejos.

Tente raciocinar antes de abrir a carteira. Eu realmente preciso disso? Se eu comprar este item em promoção, quanto estou deixando de lado a minha meta maior? Quanto custava este produto antes de entrar em promoção? É muito provável que a terceira questão você não saiba responder. Talvez nem seja mesmo uma promoção.

Armadilhas de consumo por todos os lados

A decoração dos restaurantes é produzida para estimular o apetite. As cores utilizadas no ambiente foram estudadas com esse objetivo.

Já os supermercados colocam produtos para crianças na altura dos olhos dos pequenos. E os itens mais consumidos pelos brasileiros estão dispostos ao final dos corredores, para que você veja as prateleiras lotadas e acabe sucumbindo e adquirindo algo mais.

Como você reage a isso tudo? Ter controle das emoções requer crítica em relação a essas situações. Entre no supermercado com a sua lista. Pesquise algum item que você quer e junte o valor para pagar à vista, negociando um desconto. Dessa maneira, não cria dívidas e nem entra no negativo no banco.

Agindo assim, demonstra ter controle das emoções e foco na sua saúde financeira. Mas vá além: ensine desde cedo seus filhos sobre esses conceitos.

Tudo ao seu redor está constantemente lhe incentivando a comprar. De forma subliminar, você recebe todo dia a mensagem de que precisa disso, daquilo e daquele outro produto, acessório ou equipamento.

Então, pare e faça a pergunta: eu realmente preciso? Por quê? Para quê? Tente repetir esse monitoramento por alguns dias e depois meses. Você perceberá que, quando o impulso de comprar algo vier à sua mente, se sentirá mais tranquilo ao responder algo como “preciso pensar um pouco mais antes de decidir”.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Pronto para praticar o controle das emoções? Compartilhe as dicas!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças