Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Consulta do CPF: saiba se o seu nome está sujo e monitore pendências

A- A+

Estar com o nome sujo por questões financeiras tira a tranquilidade de qualquer um. Aquela conta atrasada, a prestação que não foi paga, o contrato de compra que não foi cumprido: tudo pode levar você a figurar na lista dos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e SPC. Para saber se isso ocorreu, você deve fazer a consulta do CPF junto a essas entidades.

Mas antes de saber como descobrir se o seu CPF está com pendências, que tal agir preventivamente? Atualmente, existem serviços que ajudam você a monitorar qualquer tipo de movimentação que envolva o seu nome. Você não precisa mais ser pego de surpresa ou passar pelo constrangimento de ser identificado pelo nome sujo ao tentar realizar uma compra, por exemplo.

O funcionamento é simples: caso surja alguma pendência financeira ou alguém tente fazer uso criminoso de seu documento, como para obtenção de crédito ou outras fraudes, a identificação é imediata – e o usuário avisado pelo celular. Monitorar o status do CPF é, então, boa opção de proteção de suas finanças.

Consulta do CPF

Como fazer a consulta do CPF

Para realizar a consulta do CPF de forma gratuita, o cidadão deve se encaminhar a uma das agências das instituições de proteção ao crédito portando, além do próprio CPF, o RG, Carteira de Trabalho ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A consulta é realizada na hora e deve ser requisitada pelo titular do documento.

Na Serasa, também é possível pedir a consulta do CPF gratuitamente, através de carta. Ela pode ser escrita à mão ou digitada e, nela, deve constar detalhadamente qual informação você deseja saber, os números de CPF e RG e cópias simples desses documentos, sua assinatura com firma reconhecida em cartório e o endereço completo para resposta. Apenas o titular do CPF pode solicitar a consulta e a resposta é recebida por carta.

Consulta do CPF com ajuda de terceiros

Uma pessoa só pode fazer a consulta de um CPF que não é seu caso tenha uma procuração. Nesse caso, o titular do CPF deverá eleger um procurador para representá-lo junto às entidades de proteção ao crédito Para fazer a consulta, é preciso portar a procuração original (ou cópia autenticada) assinada pelo titular do CPF a ser verificado, com firma reconhecida em cartório, e uma cópia simples dessa mesma procuração, que ficará retida na verificação, além de RG, Carteira de Trabalho ou CNH. Nesse caso, a consulta do CPF também é gratuita.

O registro das pendências financeiras fica no banco de dados das instituições por até cinco anos e, depois desse período, é excluído. Mas atenção: isso não significa que a dívida prescreveu. O prazo de cinco anos é estabelecido pelo Código Civil, mas só é válido se o credor não entrar com ação judicial para cobrar o valor. Caso isso tenha acontecido, a dívida tem o seu prazo de prescrição interrompido e o reclamante preserva o seu direito de receber a dívida até que a causa seja julgada, independentemente do tempo que leve para isso.

Pendências junto à Receita Federal

O Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) é um banco de dados com informações cadastrais de contribuintes administrado pela Receita Federal. Há dois tipos de irregularidades que podem aparecer junto ao órgão: a primeira é cadastral; a segunda, fiscal.

Para saber como estão ambas as situações, o cidadão pode fazer a consulta do CPF diretamente no site da Receita Federal. Ao emitir o comprovante de situação cadastral, é possível verificar se existe pendência e qual seu tipo.

O CPF poderá aparecer como “pendente de regularização” ou “suspenso” se o cidadão tiver algum dado cadastral incorreto na base da Receita Federal (como o número do título eleitoral, por exemplo) ou se não entregou a Declaração do Imposto de Renda.

Já para saber qual a situação fiscal, decorrente de débito de algum tributo federal, como o Imposto de Renda ou o Imposto Territorial Rural, é preciso emitir uma certidão negativa. As duas pesquisas são independentes, isto é, o contribuinte pode estar com a situação cadastral regular mesmo tendo débitos junto à Receita Federal.

Monitore o seu CPF

No que diz respeito a seu CPF, uma opção é monitorar consultas e movimentações envolvendo seu nome. A Vivo oferece, em parceria com a Serasa Experian, um serviço inovador que permite que seus clientes recebam notificações via SMS sempre que:

– Ocorrer uma alteração no status de seu CPF nas bases de dados da Serasa Experian

– Uma empresa consultar seu nome nas bases de dados da Serasa Experian

– Uma empresa estiver prestes a negativar o seu nome nas bases de dados da Serasa Experian.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Agora já sabe como realizar a consulta do CPF e proteger seu nome? Compartilhe!

Empréstimo ou financiamento
É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
não consigo pegar empréstimo
como lidar com a avareza
não consigo pagar financiamento veículo
cartão de loja pode cobrar anuidade?