Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conquiste uma aposentadoria tranquila sem depender da Previdência

A- A+

Quando se fala em aposentadoria, logo pensamos no benefício da Previdência Social que, muitas vezes, se revela insuficiente para suprir as necessidades básicas. Justamente por isso, os educadores financeiros aconselham a preparar uma reserva financeira com antecedência.

Mas por onde começar? Há uma série de investimentos que devem ser feitos já a partir dos 30 anos de idade, ou até antes disso, para que possam render o suficiente e garantir a tranquilidade futura. Mas isso depende muito de quanto se deseja acumular.

Homem feliz com a aposentadoria

Com planejamento e sabedoria, é possível viver tranquilo após aposentado. Foto: iStock, Getty Images

Fontes de renda para aposentadoria

Confira a seguir sugestões de investimentos em longo prazo que podem render bons dividendos para viver sem aperto financeiro na terceira idade. Seja qual for a sua opção, os especialistas indicam investir ao menos 10% da renda mensal para garantir uma boa reserva.

Poupança

Embora seja um investimento que atualmente esteja rendendo pouco, ainda é o mais tradicional entre os brasileiros. O valor a ser depositado mensalmente depende da meta de cada um. Basta dividir a quantia pretendida pelo total de meses de poupança, calculando a média mensal de rendimento. Hoje em dia, há vários simuladores de cálculo disponíveis na internet.

Previdência privada

É uma espécie de seguro para aposentadoria, porém não tem qualquer relação com o INSS. O usuário é quem escolhe o valor que quer contribuir e recebe proporcionalmente depois. É sempre importante avaliar a forma de tributação.

Os planos regidos pela tabela regressiva favorecem a retirada única do prêmio, enquanto os que pertencentes à tabela progressiva favorecem uma retirada mensal. Em ambos os casos, porém, é importante que seja um investimento de longo prazo para valer a pena.

Fundos de pensão

Trata-se de uma espécie de previdência privada, porém em regime fechado. Isso significa que está restrita a funcionários de empresas – públicas ou privadas – que ofereçam esse investimento. Os valores do fundo servem para formar uma reserva de capital das empresas, por meio da contribuição dos colaboradores. Há várias modalidades de investimento e, conforme os especialistas, costuma valer a pena.

Você vai se interessar por:

Planeje sua aposentadoria com essas 6 dicas

1. Em primeiro lugar, avalie qual será a sua renda disponível na aposentadoria. Você tem outra fonte de ganhos, como pensões, benefícios ou negócio próprio? Se tiver, acrescente ao cálculo.

2. Especialistas indicam que, na maioria dos casos, a aposentadoria da Previdência Social cobre apenas 20% das despesas. Portanto, calcule para chegar aos outros 80% por meio da previdência complementar.

3. Via de regra, as despesas reduzem em 20% após a aposentadoria. Há também menos gastos com filhos, por exemplo, mas maiores despesas com saúde. É precisa avaliar tudo isso.

4. Vale colocar no planejamento o estilo de vida que pretende levar após se aposentar. Deseja morar em outra cidade? Ter um carro melhor? Viajar? Pense em tudo.

5. A expectativa de vida é importantíssima para definir o valor que será investido em previdência complementar. Calcule que viverá, no mínimo, até os 90 anos.

6. Depois de definir os pontos importantes, seja regular nos investimentos.

Segurança para você e sua família

Para estar com suas finanças protegidas e garantir a segurança financeira da sua família, nada melhor que contar com o Seguro de Vida Plus. Com ele, você protege seus beneficiários em caso de morte e morte acidental e ainda conta com auxílio funeral. Entre em contato com Central de Relacionamento – Parceria Seguros Vivo e contrate o seu.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Gostou das dicas para alcançar uma aposentadoria tranquila? Compartilhe!

O controle financeiro pessoal e o futebol
Ela aposta na longevidade saudável
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde
Pacientes com mais de 60 anos têm direito a acompanhante em caso de internação. Foto: iStock, Getty Images
Passo a passo para planejar financeiramente a gravidez
Opção para investir em commodities