Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conheça situações em que ficar sem celular é recomendado

A- A+

Embora o smartphone seja extremamente útil na vida moderna, há momentos em que é melhor ficar sem celular. E o motivo é simples de entender: em determinadas atividades, o uso do aparelho pode ser perigoso em razão das distrações que ele pode gerar.

Se você não vive sem ele e apresenta indícios de nomofobia, é bom avaliar sua postura e atitudes. Você pode estar sujeito a riscos ou, no mínimo, passar uma impressão errada.

Há momentos em que é melhor ficar sem celular.

Durante o trabalho, o uso inadequado do celular pode atrapalhar desempenho. Foto: iStock, Getty Images

Quando ficar sem celular é boa ideia

Trabalho

Não faltam histórias de pessoas que foram demitidas por fazerem mau uso do celular no ambiente de trabalho. A menos que a conexão seja indispensável para sua atividade profissional, é melhor deixar as redes sociais para depois do horário comercial.

No Rio de Janeiro, recentemente, foi proibido o uso de smartphones e tablets para policiais militares em patrulhamento. Agora, o uso de aparelhos sem extrema necessidade de trabalho é considerado falta grave, com pena de prisão administrativa.

Estudos

Professores costumam gastar energia tentando encontrar formas de controlar o uso do celular nas escolas. E não apenas em sala de aula.

O aparelho vem mudando a forma como crianças e adolescentes se relacionam, principalmente em momentos de descontração, como nos intervalos.

Ao que tudo indica, a imagem das crianças correndo pelo pátio está ficando no passado, mas quando isso atrapalha o aprendizado, ficar sem celular é a melhor escolha.

Trânsito

Não é novidade que o trânsito sem celular é bem mais seguro. Um levantamento do Seguro DPVAT, pago em caso de morte ou invalidez, aponta que o aparelho é a causa de 1,3 milhão de acidentes por ano no Brasil.

Conforme a Polícia Rodoviária Federal, de janeiro a julho deste ano, foram aplicadas 10,5 mil multas em todo o país pelo uso do dispositivo ao volante.

Pedestres

Até mesmo os pedestres precisam ter atenção com o uso de celular, pois o risco de atropelamento (ou mesmo de tombos) aumenta. Aliás, o pedestre também é parte importante do tráfego, vale lembrar.

Um estudo do Departamento de Transportes dos Estados Unidos aponta que digitar mensagem de texto ao volante aumenta em 23 vezes a chance de acidente e que atender a uma ligação eleva o risco em seis vezes. Por que seria diferente com quem anda a pé?

Bicicletas

Seja por esporte, seja como meio de transporte. Para andar sobre duas rodas, é melhor ficar sem celular. Afinal, não é fácil manter o equilíbrio da bike com uma mão e digitar no aparelho com a outra.

Você vai se interessar por:

Acesso garantido à tecnologia

Para fazer uso da tecnologia e não ficar sem saldo, é importante estar com a recarga em dia no seu celular. Você sabia que a Vivo possui um serviço de seguro de recarga, que pode fazer a diferença na hora em que você mais precisar? Em parceria com a Zurich Seguros, a empresa oferece o plano Recarga Garantida. O pagamento mensal, de R$ 4,99, dá direito a R$ 80 em crédito no celular em caso de desemprego.

> Vivo Recarga Garantida: Assegure R$ 80 de carga no celular pré-pago em caso de desemprego

E você? Consegue ficar sem celular? Deixe seu comentário.

como funciona o auxílio maternidade
como funciona o auxílio creche
como funciona o auxílio doença
descontro de empréstimo consignado
compra consciente