Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conheça 7 sites de emprego com vagas abertas

A- A+

Com o desemprego caminhando de forma crescente no Brasil, cada vez mais cresce a procura por vagas em sites de emprego. Uma pesquisa divulgada recentemente pelo buscador Adzuna mostra que o setor de serviços oferece 64 mil vagas online esse ano (12% do total).

Dados oficiais respaldam pesquisa sobre sites de emprego

Esses números encontram respaldo na pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que aponta que o setor de serviços cresceu 6,1% em março deste ano. Dentro dessa categoria, os serviços administrativos ganham destaque, com crescimento de 8,8%.

sites-de-emprego

Cada vez cresce mais a procura por vagas em sites de emprego. Foto: iStock, by Getty Images

Confira 7 sites de emprego:

InfoJobs

Um dos sites de emprego mais tradicionais do mercado brasileiro, o InfoJobs permite a busca pela vaga desejada, bem como apresenta alguns anúncios de empresas contratantes já na sua página inicial. Além de procurar a vaga, seu currículo também pode ser cadastrado de forma gratuita.

Catho

Embora seja um dos sites de emprego pagos, o Catho disponibiliza sete dias grátis para cadastrar seu currículo e verificar as vagas em aberto. Um fator interessante é a facilidade na busca. O candidato pode selecionar, por exemplo, mais de uma cidade. Assim, a pesquisa já vem completa, com as vagas em todas as cidades selecionadas. E só que procura emprego sabe a diferença que faz a economia de tempo.

Indeed

Trata-se de mais um buscador de empregos, onde se pode cadastrar o currículo e direcionar às vagas, e também cadastrar o e-mail para receber uma newsletter com as ofertas de emprego. Essa opção, aliás, é muito útil.

Empregos

Um dos sites de emprego bem úteis e fáceis de navegar é o Empregos. Na busca, além de especificar a profissão e a cidade ou região desejada, você ainda pode filtrar por faixa salarial, empresa, nível hierárquico, e até mesmo o tempo em que a vaga foi anunciada. Dessa forma, evita perder tempo olhando vagas que não lhe interessam ou que já viu na semana anterior.

LinkedIn

Ele não é exatamente um desses sites de emprego, mas funciona com excelente retorno. O LinkedIn é uma rede social de negócios, onde você constroi um perfil com todas as suas informações profissionais. Assim, vai atualizando sempre que tiver uma novidade. Embora não funcione como agência, é uma das grandes fontes de procura por parte de organizações de grande porte, principalmente as multinacionais.

Prolancer

A plataforma é voltada a profissionais que querem atuar como freelancers, sendo que a  esmagadora maioria das vagas é para o sistema de home office. Muitos trabalhos também exigem que o trabalhador forneça nota fiscal. A quantidade de vagas é boa e elas podem ser acessadas de forma gratuita. Há também um sistema pago, onde os assinantes visualizam primeiro as vagas ofertas. Só algumas horas depois é que elas serão divulgadas ao grande público.

Neuvoo

A startup canadense foi criada em 2010, mas está no Brasil desde julho de 2015, promovendo uma busca em diversos diretórios de empregos do país. A facilidade oferecida pela ferramenta é a possibilidade de pesquisar diferentes diretórios de vagas de empregos. Essa dinâmica de “metabuscador” está em 24 países. Os anunciantes podem ainda promover as vagas, para atrair mais talentos.

Seguro garante recarga

Quando se está a procura de emprego, o telefone é sempre uma ferramenta útil. Por isso, seu meio de comunicação com possíveis empregadores pode ser protegido pelo Vivo Conta Ganratida. Trata-se de um seguro, em parceria entre a Vivo e a Zurich, para o pagamento das parcelas de seu celular a vencer em caso de demissão de trabalhadores com vínculo empregatício. Autônomos também podem garantir sua conta em caso de afastamento por doença ou acidente.

> Vivo Conta Garantida: Assegure 3 meses de conta paga de celular em caso de desemprego

Gostou das dicas de sites de emprego? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

vale a pena pedir demissão
trabalho temporario no canadá
trabalho temporario nos EUA para brasileiros em 2016
profissões inusitadas e alternativas
fantasma do desemprego
depressão no desemprego