Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conheça quatro opções de investimento com renda fixa

A- A+

As aplicações em renda fixa são aquelas que oferecem ao investidor mais segurança de que o seu dinheiro não vai ser perdido. Afinal de contas, é possível saber qual vai ser o retorno oferecido ainda no momento em que o contrato é fechado. Na hora de escolher, a dica é estar atento a dois fatores principais: a liquidez e a rentabilidade que a aplicação oferece.

4 opções de aplicação em renda fixa

1. Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Uma das modalidades mais comuns do mercado financeiro, o investimento é feito em títulos emitidos por bancos. Ou seja, ao aplicar em CDB você empresta dinheiro para a instituição bancária e recebe em troca o pagamento de juros.

As aplicações têm prazos que variam entre 30 e 180 dias e podem ser prefixadas, pós-fixadas ou ainda flutuantes, em que o seu lucro é vinculado a índices relacionados à inflação, como é o caso do IPCA. O maior risco oferecido é que o banco responsável pelo título quebre e se torne inadimplente. Ainda assim, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) garante o retorno, desde que a aplicação seja de no máximo R$250 mil.

2. Debêntures

São títulos de dívida emitidos por empresas privadas, com objetivo de captar dinheiro para novos investimentos. Com melhores resultados a médio e longo prazo, quem investe em debêntures passa a ser também credor da companhia. Embora seja possível encontrar títulos que possam ser comprados a partir de R$ 1 mil, a variação é grande e definida pela empresa, assim como o prazo de resgate e as taxas de remuneração.

3. Tesouro Direto

O Tesouro Direto funciona de maneira semelhante ao CDB, com opções prefixadas, pós-fixadas e flutuantes, mas está relacionado a títulos públicos. Na prática, isso significa que você empresta dinheiro para que o governo invista em áreas como educação, saúde e infraestrutura.

Uma de suas vantagens é a possibilidade de iniciar com pouco dinheiro, a partir de R$30. Todos as aplicações são feitas pela internet, sem necessidade de sair de casa. Embora a maioria dos títulos rendam melhor a longo prazo, é possível vendê-los antes da data, mas pelo preço de mercado.

4. Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCA)

Indicadas para os investidores que dispõem de mais recursos, as duas funcionam da mesma maneira, com a diferença de servirem para o financiamento de setores distintos. Elas contam com opções prefixadas e pós-fixadas, nesse caso ligadas às variações do Certificado de Depósito Interbancário (CDI). O prazo mínimo para resgate é de 60 dias, o que diminui a sua liquidez. Por outro lado, oferecem isenção no Imposto de Renda.

Antes de escolher como investir o seu dinheiro, avalie o momento do mercado financeiro. Foto: iStock, Getty Images

Antes de escolher como investir o seu dinheiro, avalie o momento do mercado financeiro. Foto: iStock, Getty Images

Melhores opções com a alta dos juros

Agora que você conhece as principais opções de investimento em renda fixa, é hora de saber como aplicar o seu dinheiro nelas. No cenário econômico atual, a dica de Filipe Portella, sócio da Monte Bravo Investimentos, é utilizar a alta nos juros ao seu favor.

“Para curto prazo, de até 1 ano, recomendamos pós-fixadas, a fim de aproveitar esse ápice da taxa de juros. Para períodos superiores a 12 meses, recomendamos aplicações atreladas a IPCA e prefixadas, pois estamos no ápice da taxa de Juros Selic e tudo indica que ela comece a cair no próximo ano”, aconselha ainda Portella.

Gostou das opções para investir o seu dinheiro em renda fixa? Compartilhe!

como lucrar vendendo cosméticos
vale a pena usar roupas de marca
quando vale a pena comprar título de capitalização
sair da casa dos pais
esteira ou bicicleta ergométrica
dicas para comprar uma boa esteira