Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conheça os principais custos previstos na manutenção do imóvel

A- A+

Gastos como o aluguel, a água e a luz estão entre os principais que precisam ser pagos mensalmente. Mas quando o assunto é o lugar em que você mora, eles não são os únicos para considerar. Mesmo para quem é apenas locatário, os custos com a manutenção do imóvel podem estar presentes.

Manutenção do imóvel: tipos de despesa

É bem provável que você já tenha ficado na dúvida sobre o pagamento de algum item relacionado à manutenção do apartamento em que mora. Para não errar, a dica é conhecer os tipos de gastos relacionados aos condomínios e quem é o responsável por eles.

De acordo com o Procon-SP, são duas as modalidades possíveis: as despesas extraordinárias, referentes a obras que tenham ligação com a estrutura integral da propriedade ou que deem a ela condições de habitabilidade ao edifício, e as ordinárias, que incluem limpeza, manutenção e conservação dos equipamentos e áreas comuns.

No primeiro caso, as obrigações recaem sobre o proprietário. Se o valor for cobrado no boleto mensal do inquilino, é preciso ir até a imobiliária responsável e avisar sobre o valor, que deve ser ressarcido. Quando as despesas são ordinárias, por outro lado, a responsabilidade pelo pagamento é de quem aluga o imóvel.

Reformas estruturais ficam a cargo do proprietário do imóvel, não do inquilino. Foto: iStock, Getty Images

Reformas estruturais ficam a cargo do proprietário do imóvel e não do inquilino. Foto: iStock, Getty Images

O que pagar na manutenção do imóvel

1. Custos que devem ser pagos pelo inquilino (despesas ordinárias)

– Limpeza, pintura e conservação das dependências de uso comum do prédio

– Gastos como água luz e esgoto

– Manutenção de equipamentos básicos para o funcionamento diário do condomínio, como portões e elevadores

– Pagamento do salário de profissionais como o porteiro, jardineiro e zelador, nos casos em que estão presentes

– Reposição do fundo de reserva

2. Custos que devem ser pagos pelo proprietário (despesas extraordinárias)

– Fundo de reserva

– Obras estruturais que, de maneira geral, valorizam o local e ofereçam melhorias

– Reformas de piso nas áreas comuns

– Pintura da fachada do prédio

– Novos equipamentos instalados, sejam de segurança, para o lazer ou até mesmo paisagismo

Assistência é alternativa para vidraceiro e outros serviços

Caso você não tenha uma reserva financeira para emergências, uma boa alternativa é fazer seguro da sua propriedade. Desta forma, urgências podem ser resolvidas de forma rápida e com garantia.

É o cado do Vivo Multiassistência, que oferece serviços de profissionais especializados e de confiança para consertos e reparos emergenciais ou serviços de manutenção em residência. Problemas hidráulicos e elétricos, vidraceiros e chaveiros estão entre os trabalhos oferecidos pela assistência residencial.

> Vivo Multiassistência: Garanta eletricista, vidraceiro e conserto de eletrodomésticos para casa

Gostou das dicas para não pagar a mais na manutenção do imóvel? Compartilhe!

investir em imóvel na planta vale a pena
como economizar na limpeza
crédito para financiar casa própria
casa para família numerosa
casa dos sonhos
Como tirar manchas de mofo e bolor da parede