Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conheça os cenários nos quais o VGBL vale a pena

A- A+

O Vida Gerador de Benefício Livre, ou apenas VGBL, é uma das modalidades de plano previdenciário privado existentes no Brasil. A aplicação é uma alternativa para quem quer garantir um futuro melhor e não depender dos benefícios pagos mensalmente pelo INSS. Mas você sabe avaliar se o VGBL vale a pena e em que situação?

Quando o VGBL vale a pena

Oferecido por instituições financeiras e seguradores, o VGBL vale a pena para quem não tem renda tributável e não faz declaração completa do Imposto de Renda.

O imposto incide apenas sobre os aportes feitos ao plano, durante o período de acúmulo do capital. No momento do resgate, o IR incidirá sobre a rentabilidade acumulada, não sobre o montante total.

Para quem tem renda tributável e precisa optar pelo Imposto de Renda completo, existe um outro plano tributável mais adequado, que é o Plano Gerador de Benefícios Livre (PGBL). Essa modalidade é dedutível, desde que respeitando o limite de 12%.

Avalie se VGBL vale a pena.

Modalidade se enquadra como um investimento de retorno em longo prazo. Foto: iStock, Getty Images

Características do plano VGBL

Para quem planeja ter uma aposentadoria mais tranquila e com rendimentos condizentes com os da vida profissional, o VGBL vale a pena como uma opção de investimento. Mas é preciso ter um perfil e objetivos de investimentos adequados.

“Investir em produtos de previdência complementar sugere que você passará a construir com mais cuidado o seu futuro”, analisa Conrado Navarro, do Dinheirama. “Assim, é importante conhecer a característica do plano que vai contratar para avaliar se a estratégia é coerente com seus planos individuais”, acrescenta.

Segundo Navarro, investidores com horizonte de investimento maior ou igual a 10 anos são mais indicados a contratar esse tipo de plano previdenciário, que funciona como uma espécie de fundo de investimentos.

“Como o IR só incide sobre os rendimentos acumulados no momento do resgate, quanto mais tempo de investimento, maior será a base do montante investido e menores serão as taxas de IR”, explica.

Cuidados ao contratar o VGBL

O VGBL é um típico investimento para quem busca rendimentos a longo prazo, mas alguns cuidados são necessários na hora da aquisição do produto.

Navarro recomenda procurar bancos e seguradoras tradicionais e com confiança no mercado. “É necessário também que o consumidor acompanhe periodicamente os rendimentos para saber como o dinheiro está sendo investido e rentabilizado”, sugere.

Ele alerta ainda para os custos de manutenção do plano, que incluem taxas de administração e de carregamento. As primeiras podem variar entre 1,5% e 4% sobre o valor total da aplicação e são cobradas anualmente. Já a taxa de carregamento varia entre 3% e 5% e é cobrada mensalmente em cima dos valores aplicados.

Em relação ao valor mínimo para investir, ele varia de acordo com a estratégia do investidor: um aporte menor no início com mais depósitos ao longo dos anos ou uma quantia maior com investimento a curto prazo.

Em caso de investimentos a curto prazo ou para pessoas idosas, o VGBL vale a pena apenas para quem quer fazer um plano sucessório e definir quais herdeiros ficarão com o dinheiro.

Uma das vantagens do plano em relação a outras aplicações e bens é que os recursos aplicados não entram no espólio e inventário. Isso possibilita que o próprio titular determine quem receberá o dinheiro após sua morte.

Você vai se interessar por:

Confira as dicas da Susep para contratar planos de previdência complementar

Descubra quando a portabilidade de previdência é vantajosa

PGBL x VGBL: qual a melhor opção de previdência privada?

Segurança para você e sua família

Se você busca uma previdência complementar, é por que se preocupa com a sua segurança financeira e da sua família. Com o Seguro de Vida Plus, você protege seus beneficiários em caso de morte e morte acidental e ainda conta com auxílio funeral. Entre em contato com Central de Relacionamento – Parceria Seguros Vivo e contrate o seu.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

E para o seu perfil, o VGBL vale a pena? Deixe seu comentário.

O controle financeiro pessoal e o futebol
Planejando a aposentadoria de pessoa com deficiência
o que é previdência complementar
tempo de aposentadoria por idade
aporte em previdência privada
Ela aposta na longevidade saudável