Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conheça os aplicativos financeiros preferidos pelos millennials nos EUA

A- A+

Conectados e dispostos a fazer parte das mudanças. Essas são duas das principais características dos chamados millennials, ou geração Y, que remete aos nascidos entre 1980 e 2000.

Acostumados a buscar receitas culinárias do Youtube e tirar todas as suas dúvidas em uma rápida busca pelo Google, eles também estão entre os principais usuários de algumas plataformas e aplicativos relacionados às finanças pessoais – desde que, é claro, tudo esteja disponível em dispositivos móveis.

Pelo menos é o que mostra relatório divulgado em setembro pela ComScore, que aponta que o grupo gasta uma média de 86 horas por mês em aplicativos. O número corresponde a um total de 23 horas a mais do que a geração anterior.

Ainda de acordo com o levantamento, entre os 20 aplicativos mais utilizados pelos millennials dos Estados Unidos, três têm ligação com a área de finanças pessoais. Em comum, eles apresentam opções características das redes sociais.

Geração Millenials

Nos EUA, aplicativos financeiros estão entre os preferidos da chamada geração Y. Foto: Shutterstock

3 aplicativos de finanças dos millennials

Quer se manter ligado nas novidades? Conheça os três aplicativos que fazem sucesso entre os membros da geração Y:

Venmo

Em uso desde 2009, o Venmo é um serviço gratuito de pagamentos online, disponível tanto para Android quanto para iOS. Criado para a transferência de pequenas quantias de dinheiro diretamente para a conta da pessoa, ele soluciona problemas como a divisão do táxi ou da conta no restaurante.

Mas a sua principal diferença em relação a outros serviços do mesmo estilo é a possibilidade de interação: ao realizar uma transação, ela fica registrada para os seus amigos.

Mint.com Personal Finance

O aplicativo funciona como um gerenciador financeiro, que ajuda o usuário a manter o controle sobre o dinheiro que entra e sai da conta e fazer ajustes sempre que possível.

Outra vantagem é que, além de Android e iOS, ele também está disponível para Windows Phone, o que garante mais opções ao usuários que querem usar a ferramenta.

Poshmark

Partindo da ideia do desapego, o Poshmark funciona como uma rede social (disponível para Android e iOS) para quem deseja vender roupas que não usa mais – e ganhar um dinheiro extra no fim do mês.

Além disso, ele também conecta os usuários para conversarem sobre assuntos que envolvem o universo da moda.

A exigência dos millennials com a tecnologia

Para quem deseja explorar o mercado de tecnologias aberto pelos millennials, vale um conselho: é preciso estar atento às exigências. De acordo com o relatório Millennials and Mobility deste ano, 39% dos entrevistados revelam que não recomendariam os produtos e serviços de uma empresa após uma experiência ruim com o seu aplicativo.

Ou seja, o desenvolvimento de aplicativos que proporcionam uma experiência agradável e atraente ao público jovem é decisivo para a consolidação de uma marca e a relação criada com os clientes. Quando isso não ocorre, é bem provável que a audiência vá em busca de outras opções na concorrência.

Você vai se interessar por:

Educação financeira é saída para jovens endividados contra a inadimplência

Especialista recomenda 5 bons livros sobre finanças pessoais

Pesquisa entre jovens desvenda o sonho do brasileiro

Organize suas finanças

Para aprender a controlar as contas do lar, é preciso ouvir quem sabe – e isso vale para pessoas de qualquer geração. Se você quer usar o seu dinheiro de um jeito mais inteligente, conheça o Vivo Finanças Pessoais. Com ele, você recebe mensagens e participa de jogos que lhe ajudam a controlar seus gastos, poupar e investir. E você ainda participa de sorteios diários.

> Vivo Finanças Pessoais: Receba dicas por SMS e concorra a R$ 2.500 todos os dias

Gostou de conhecer os aplicativos preferidos pela geração millennials? Compartilhe!

Como ter uma boa qualidade de vida
Usando o poder da mente para ficar rico
Cuidando da organização financeira mensal
Calculando custo e preço de venda
Aprendendo como calcular capital de giro de uma empresa
Aprendendo como fazer planejamento tributário de uma empresa