Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conheça bons hábitos financeiros para adotar antes dos 30 anos

A- A+

Sabe todos aqueles sonhos que você alimenta desde criança? Para realizá-los, é preciso estratégia. O educador financeiro Antônio Nascimento, da DSOP, sustenta que a forma como as pessoas controlam suas finanças pessoais hoje determina a qualidade de vida delas no futuro. Por isso, tomar algumas atitudes antes dos 30 anos é essencial.

Mulher adota bons hábitos antes dos 30 anos

Ter metas, disciplina financeira e controlar compras por impulsos são bons hábitos. Foto: iStock, Getty Images

6 atitudes a tomar antes dos 30

Para Nascimento, conquistar o controle do orçamento pessoal antes dos 30 anos é um caminho não só para a realização dos sonhos, como para a garantia de um futuro tranquilo. Veja as dicas do especialista.

1. Defina suas metas

Todos nós temos metas e objetivos, mas nem sempre pensamos na melhor forma de alcançá-los. Com o passar do tempo, eles podem se tornar cada vez mais distantes se não houver planejamento. É importante colocar prioridades ao estabelecer uma organização financeira.

Mas é preciso ser realista – traçando sonhos dentro da sua realidade financeira – e manter um equilíbrio. “É preciso alcançar as metas financeiras sem desarrumar outras partes da vida pessoal”, observa Nascimento.

2. Cuidado com o orçamento

Uma sensação frustrante (e bastante comum) é observar que o salário desaparece rapidamente. Saber para onde vai seu dinheiro é essencial para quem deseja economizar e colocar a casa em ordem.

Além disso, o padrão de gastos se altera com o tempo. O que é prioridade aos 20 anos pode mudar ainda antes dos 30, e isso pode alterar seus sonhos e a velocidade necessária para conquistá-los.

3. Faça uso consciente do crédito

A facilidade do crédito não é ruim e nem é sinônimo de inadimplência. Uso consciente significa planejar, avaliar a real necessidade do consumo e analisar as condições de contratação.

Outro cuidado que se deve ter é com as compras parceladas. Se, por um lado, isso pode evitar um desequilíbrio nas contas no primeiro momento, por outro, pode criar dificuldades no futuro. Antes de pensar em assumir qualquer facilidade de crédito, saiba que ele tem um custo.

4. Gerencie suas dívidas

Um pouco de planejamento pode ajudá-lo a recuperar a sua saúde financeira. É muito importante entender isso antes dos 30 anos. O primeiro passo é admitir o problema e buscar ajuda. Cortar gastos e negociar com os credores pode ajudar a solucionar o problema mais rápido e talvez até reduzir os juros.

Você vai se interessar por:

Veja dicas de organização financeira para poupar e realizar um sonho

Pesquisa entre jovens desvenda o sonho do brasileiro

Diferentes etapas da vida exigem um tipo de organização financeira

5. Aprenda a poupar

Alcançar nossos objetivos financeiros não deve ser visto como um fim, mas um meio para uma vida mais feliz. Nesse sentido, poupar não é simplesmente juntar dinheiro, mas permitir que tenhamos condições de suprir nossas necessidades e atingir nossos sonhos.

Faça do ato de poupar um hábito. Com o passar do tempo, sentirá os efeitos no seu bolso e se surpreenderá com a possibilidade real de concretizar muitos sonhos.

6. Invista e planeje

Quando se trata de investimentos, opções e perguntas não faltam. Justamente por isso, é recomendável que você busque o máximo possível de informações para que se sinta seguro na hora de tomar suas próprias decisões.

Muito se fala na necessidade de planejar a aposentadoria. Porém, diante da rotina de trabalho agitada, do sustento da família e de outros gastos, pode ser difícil sobrar orçamento para investir no futuro.

Mas se você não consegue fazer isso antes dos 30, no auge da carreira, será que conseguirá mais próximo da hora de se aposentar? Nesse sentido, construir um patrimônio e fazer sua gestão também é importante.

 

Você tem uma boa dica financeira para adotar antes dos 30 anos? Comente!

metas de curto médio e longo prazo
quando vale a pena comprar título de capitalização
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns