Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conheça as melhores cidades para se viver no mundo

A- A+

Paris, Londres, Nova Iorque, ou, quem sabe, Rio de Janeiro? Quais são as melhores cidades para se viver no mundo? Segundo a pesquisa anual da revista britânica Monocle, especializada em estilo de vida, nenhuma das metrópoles mencionadas acima estão entre os dez primeiros lugares.

Apesar de receberem mais de 45 milhões de visitantes por ano, conforme pesquisa recente da Euromonitor International, consultoria especializada em mercados de bens de consumo e serviços, e serem referência em rotas turísticas, somente Paris aparece na lista das 25 melhores cidades para se viver no mundo, ainda assim na 15º posição.

Para a elaboração do ranking, foram levados em conta fatores como: ambiente para negócios, taxas de crime, educação, assistência médica, preços e qualidade de serviços prestados, entre outros.

Tóquio é uma das melhores cidades para se viver no mundo

Na liderança do ranking, Tóquio é sinônimo de modernidade e tradição. Foto: iStock, Getty Images

25 melhores cidades para se viver no mundo

A liderança no ranking da Monocle é Tóquio. A capital do Japão se destaca em razão da grande quantidade de bibliotecas (são 225) e por integrar rotas de voos internacionais (127 ao total).

Além dela, o país asiático aparece com mais duas cidades entre as 25 melhores para se viver no mundo: Fukuoka (12º) e Quioto (14º). Diferentemente da capital, no interior japonês, o reconhecimento se dá pelas diversas ciclovias e restaurantes com preços baixos – entre R$ 14,00 e R$ 31,00.

Se os japoneses têm motivos para comemorar, os alemães não ficam atrás, com três cidades no ranking das melhores do mundo para se viver. São elas: Berlim (3º), Munique (9º) e Hamburgo (21º).

Berlim é uma das melhores cidades para se viver no mundo

Fim de tarde no Portão de Brandemburgo, ponto tradicional de Berlim. Foto: iStock, Getty Images

Na vizinha Suíça, estão mais dois destaques da relação: Zurique (que empata com a dinamarquesa Copenhague em 10º) e Genebra (22º).

As cidades foram selecionadas nos dois países pelas mesmas razões: numerosas bibliotecas, fácil acesso aéreo, extensas ciclovias e alimentação a baixo custo.

Mas há um destaque negativo sobre a capital da Dinamarca: líder no ranking de 2014, ela caiu nove posições. Segundo a Monocle, o motivo para a queda está na combinação de preços elevados com altos impostos.

Copenhagen é uma das melhores cidades para se viver no mundo

Antes líder, capital dinamarquesa perde espaço no ranking com alta de impostos. Foto: iStock, Getty Images

Europa à frente dos demais

A comparação por continente entre as melhores cidades para se viver no mundo é desigual. A Europa possui 15 representantes. Além das já citadas, o ranking inclui cidades da Espanha (Madri e Barcelona), Áustria (Viena), Finlândia (Helsinque), França (Paris), Holanda (Amsterdã), Noruega (Oslo), Portugal (Lisboa) e Suécia (Estocolmo).

Viena é uma das melhores cidades para se viver no mundo

Famosa rua Graben à noite em Viena, a segunda no ranking. Foto: iStock, Getty Images

Já na Ásia, Cingapura e Hong Kong fazem parte das melhores cidades para se viver no mundo.

As outras cinco cidades que completam a relação estão localizadas na América do Norte e na Oceania. Sim, o Brasil ficou de fora.

Mesmo sendo grandes potenciais mundiais Canadá e Estados Unidos colocaram apenas dois municípios no ranking dos melhores destinos para se morar: Vancouver e Portland, respectivamente.

Portland é uma das melhores cidades para se viver no mundo

Portland representa os EUA na relação, mas na última posição. Foto: iStock, Getty Images

A cidade do Noroeste dos EUA foi a última entre as classificadas, no 25º lugar, possuindo números bem inferiores, como 18 bibliotecas, 6,1% de rotas com espaço para bicicletas e um bom almoço por, em média, R$ 55,00.

Fechando o ranking, a Oceania traz três cidades, mesmo tendo um território cinco vezes menor que o continente americano (8 mil contra 42 mil quilômetros). São as australianas Sidney e Melbourne e a neozelandeza Auckland.

Melbourne é a cidade da Oceania melhor colocada no ranking. Foto: iStock, Getty Images

Melbourne é a cidade da Oceania melhor colocada no ranking. Foto: iStock, Getty Images

Você vai se interessar por:

Descubra 5 destinos no Mar Mediterrâneo

Crise financeira pode ser aliada para realizar o sonho de ir à Europa

Descubra as 5 melhores baladas da Europa

Confira o ranking completo

Sidney é uma das melhores cidades para se viver no mundo

Sidney, Austrália. Foto: iStock, Getty Images

1º) Tóquio (Japão)

2º) Viena (Áustria)

3º) Berlim (Alemanha)

4º) Melbourne (Austrália)

5º) Sydney (Austrália)

6º) Estocolmo (Suécia)

7º) Vancouver (Canadá)

8º) Helsinque (Finlândia)

9º) Munique (Alemanha)

10º) Copenhague (Dinamarca)

10º) Zurique (Suíça)

12º) Fukuoka (Japão)

13º) Cingapura (Cingapura)

Madri é uma das melhores cidades para se viver no mundo

Madrid, Espanha. Foto: iStock, Getty Images

14º) Quioto (Japão)

15º) Paris (França)

16º) Madrid (Espanha)

17º) Auckland (Nova Zelândia)

18º) Lisboa (Portugal)

19º) Hong Kong (China)

20º) Amsterdã (Holanda)

21º) Hamburgo (Alemanha)

22º) Genebra (Suíça)

23º) Olso (Noruega)

24º) Barcelona (Espanha)

25º) Portland (EUA)

 

Gostou da relação de melhores cidades para se viver no mundo? Compartilhe!

queda do dólar
viagens econômicas pelo Brasil
preço do dólar turismo
como viver melhor
melhores destinos no sul do brasil
Como ter uma boa qualidade de vida