Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conheça as melhores cidades para fazer faculdade no mundo

A- A+

Para quem quer estudar no exterior, não basta apenas escolher a universidade pela qualidade do seu ensino: é preciso levar em consideração também outros índices que tornam o lugar uma boa opção para viver. É isso que aponta o ranking das melhores cidades para fazer faculdade da QS (Quacquarelli Symonds).

A consultoria britânica em educação superior levou em conta cinco aspectos na classificação de 2016: a colocação das universidades da cidade em um ranking mundial, qualidade de vida, diversidade dos estudantes, acessibilidade econômica (custo de vida) e oportunidades de trabalho após a graduação.

Procura as melhores cidades para fazer faculdade

Qualidade de ensino, perspectivas de trabalho e diversidade são fatores avaliados. Foto: iStock, Getty Images

As melhores cidades para fazer faculdade no mundo

Segundo o ranking da QS, instituição especializada em educação internacional e que analisou 75 cidades no índice de 2016, as cinco melhores cidades para fazer faculdade atualmente são:

  • Paris
  • Melbourne
  • Tóquio
  • Sidney
  • Londres.

Ao olhar a relação, você pode se perguntar: e as instituições nacionais? São Paulo, a única brasileira no ranking, ficou em 65º lugar, atrás de outras cidades da América Latina, como Buenos Aires (32º) e Santiago (49º).

O levantamento da QS sobre qualidade das universidades no mundo é conhecido como QS World University Rankings.

Entenda os resultados

Se a qualidade das instituições fosse o único critério da lista das melhores cidades para estudar, por exemplo, a relação seria diferente, com Londres, Paris, Tóquio, Seul e Nova York ocupando os cinco primeiros lugares.

Porém, Paris não se destaca apenas pela qualidade das suas instituições de ensino, mas também pelo baixo custo, qualidade de vida e mercado de trabalho sólido, assumindo o primeiro lugar no ranking.

Já a australiana Melbourne se destaca pelas perspectivas de trabalho, pela diversidade de nacionalidade dos estudantes e também pela qualidade de vida.

Tóquio vem na terceira posição entre as melhores cidades para fazer faculdade não só pela qualidade de vida, mas também pelas oportunidades de trabalho que oferece a recém-formados. No entanto, existe pouca diversidade da população estudantil, ficando, nesse quesito, no 63º lugar.

A outra cidade australiana que aparece nas primeiras posições, Sidney, tem a qualidade de vida como determinante na hora da decisão sobre o local de estudos.

Por fim, na quinta posição, apesar do alto custo de vida, Londres está entre as melhores cidades para fazer faculdade pelo fato de sediar algumas das universidades mais renomadas do mundo, além de ter uma imagem positiva entre estudantes internacionais.

Principais opções no Brasil

Para quem não quer sair do país, vale levar em consideração as melhores cidades para fazer faculdade no Brasil. Segundo o ranking do CWUR (Center for World University Rankings) de 2015, que determina as mil melhores universidades do mundo, o Brasil é representado por 18 instituições.

A mais bem avaliada instituição de ensino superior do Brasil é a Universidade de São Paulo (USP), que na classificação geral ficou em 132º lugar.

Outras faculdades brasileiras no ranking são a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Você vai se interessar por:

 

O que achou da relação das melhores cidades para fazer faculdade? Comente!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria