Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conheça a nova tabela de contribuição do INSS 2016

A- A+

A virada de ano é sempre um momento de reajustes. Sobe o salário mínimo e, com ele, diversos outros tributos e preços de produtos e serviços básicos. A tabela de contribuição do INSS 2016, divulgada em janeiro, traz as novas alíquotas, definidas de acordo com a faixa salarial.

Nova tabela de contribuição do INSS 2016

Partindo do mês de janeiro, as alíquotas são de 8% para segurados que recebem até R$ 1.556,94. Já os que recebem entre R$ 1.556,95 e R$ 2.594,92 irão contribuir com 9%, enquanto os que estão na faixa de R$ 2.594,93 a R$ 5.189,82 contribuem com 11%.

O recolhimento, entretanto, é sempre no mês seguinte. Assim, a contribuição sobre o mês de janeiro será recolhida somente em fevereiro. Seguindo essa lógica, os salários relativos a dezembro têm base na tabela anterior.

Nesse caso, as alíquotas são de 8% para aqueles que ganham até R$ 1.399,12, de 9% para quem ganha entre R$ 1.399,12 e R$ 2.331,88 e de 11% para os que ganham entre R$ 2.331,88 e R$ 4.663,75.

Contribuintes consultam tabela de contribuição do INSS 2016

Novas alíquotas do INSS atendem a diferentes faixas salariais. Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom, ABr

O que é salário de contribuição?

Trata-se da base de cálculo para contribuição previdenciária para os segurados da Previdência Social. É sobre esse valor que incidirá a alíquota estabelecida em lei para determinador o valor da contribuição mensal do trabalhador, ou seja, o salário de contribuição mensal.

Conheça os benefícios

Hoje, o valor mínimo dos benefícios pagos pela Previdência Social – como aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte, aposentadorias dos aeronautas e pensões especiais pagas às vítimas da síndrome da talidomida – é de R$ 880,00.

Esse mesmo piso, que corresponde ao salário mínimo, também é válido para os benefícios da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) para idosos e portadores de deficiência, para a renda mensal vitalícia e para as pensões especiais pagas aos dependentes das vítimas de hemodiálise da cidade de Caruaru (PE). Já o benefício pago aos seringueiros e seus dependentes, com base na Lei nº 7.986/89, terá valor de R$ 1.760,00.

Já o salário-família tem uma cota de R$ 41,37 para o segurado com remuneração mensal inferior a R$ 806,80 e de R$ 29,16 para o segurado com remuneração mensal superior a R$ 806,80 e igual ou inferior a R$ 1.212,64.

O auxílio-reclusão, por sua vez, é devido aos dependentes do segurado cujo salário de contribuição seja igual ou inferior a R$ 1.212,64. O teto do salário de contribuição e do salário de benefício é de R$ 5.189,82.

Você vai se interessar por:

Segurança para você e sua família

Mais do que estar com suas finanças protegidas, manter a segurança da sua família é a melhor cobertura. Com o Seguro de Vida Plus, você protege seus beneficiários em caso de morte e morte acidental e ainda conta com auxílio funeral. Entre em contato com Central de Relacionamento – Parceria Seguros Vivo e contrate o seu.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

O que achou da nova tabela de contribuição do INSS 2016? Comente!

O controle financeiro pessoal e o futebol
Planejando a aposentadoria de pessoa com deficiência
como funciona a aposentadoria por invalidez
o que é previdência complementar
tempo de aposentadoria por idade
aporte em previdência privada