Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Confira o valor da cesta básica em Salvador, o quinto menor do país

A- A+

Contrariando a tendência de uma cidade turística, o valor da cesta básica em Salvador foi de R$ 354,12 em maio, o quinto menor do país conforme pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em 27 capitais. Em comparação ao mês de maio, houve alta de 2,86% nos preços e, no acumulado do ano, o acréscimo foi de 12,69%.

Abaixo de Salvador, apenas outras quatro cidades apresentaram valores menores para os itens básicos: Recife, Aracaju, Natal e Rio Branco. De uma forma geral, no Norte e Nordeste os preços foram puxados pela alta em produtos como feijão, leite e manteiga.

Levando em consideração o preço médio de todas as cidades pesquisadas, o instituto aponta que o trabalhador brasileiro precisaria de uma renda líquida equivalente a R$ 3.777,93 para arcar com as despesas mensais de uma família. Esse valor é quatro vezes maior que o salário mínimo.

Valor da cesta básica em Salvador exige cuidados financeiros

Os preços, de forma geral, estão subindo – e não apenas no supermercado. Diante dessa situação, fica cada dia mais complicado manter a conta bancária longe do vermelho. Veja o que você pode fazer para minimizar a situação.

valor da cesta básica em Salvador

Média de preços na capital baiana foi de R$ 354,12 no mês de maio. Foto: iStock, Getty Images

1. Organize seus números

Manter as contas organizadas em planilhas é a melhor forma analisar seus números para poder gerenciar e tomar decisões financeiras. Procure boas planilhas (você encontra modelos gratuitos na internet) e registre seus ganhos e gastos detalhadamente.

2. Faça previsões financeiras

Um método que ajuda muito a organizar os meses seguintes é fazer previsões de gastos. Tudo aquilo que está por vir (IPVA, IPTU, rematrículas escolares) deve ser computado nos respectivos meses de vencimento. Analisar esses dados sempre ajudará a tomar decisões como evitar parcelamentos longos ou acumular muitas contas em um mês.

3. Reserve uma quantia mensal

Poupar uma parte dos seus ganhos todos os meses e construir uma reserva pode lhe manter longe do endividamento por incontáveis vezes. Afinal, imprevistos acontecem, desde problemas de saúde até demissões.

4. Envolva a família

Quem tem filhos pequenos tem uma ótima oportunidade de passar os primeiros ensinamentos sobre educação financeira. Conversar sobre as contas da casa e solicitar envolvimento de todos irá gerar não apenas economia, mas conscientização e maior rendimento em geral.

5. Aplique

Quando a vida financeira estiver equilibrada, é hora de separar parte dos rendimentos (mas não da reserva de emergência) para fazer alguns investimentos. Essa é uma forma de fazer o dinheiro crescer.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

O que achou do valor da cesta básica em Salvador? Comente.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças