Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Confira dicas para organizar finanças domésticas entre marido e mulher

A- A+

Um relacionamento entre duas pessoas não é só uma união amorosa, implica também em uma união financeira que envolve divisão de gastos e investimentos em conjunto. Organizar as finanças domésticas é um importante passo de confiança entre marido e mulher e pode evitar conflitos sobre dinheiro.

O livro Juntos para Sempre: A Importância da Educação Financeira na Vida a Dois, escrito pelo consultor Conrado Navarro em parceria com o escritor Ricardo Pereira, traz uma série de dicas para manter saudáveis as finanças entre marido e mulher.

Relacionamento financeiramente saudável entre marido e mulher

O primeiro passo para que as finanças entre marido e mulher seja um motivo de união e não de discordâncias é o diálogo. Segundo Navarro, conversar sobre dinheiro é fundamental para que o casal tenha futuro. “Os dois devem decidir juntos onde investir, como gastar e poupar”, aconselha.

seudinheiro-Marido-e-mulher

O casal precisa discutir os gastos e as principais necessidades. Foto: iStock, Getty Images

De acordo com o autor, esse é uma prática que começa ainda no início do relacionamento. “O casal deve manter bons hábitos financeiros e conversar sobre dinheiro sempre que puder”, explica o consultor.

Para Navarro, o diálogo é essencial para nivelar expectativas e responsabilidades e permite que as decisões sejam amplamente discutidas e avaliadas. O casal precisa saber os limites financeiros da família. Para isso, os dois membros devem saber o quanto está entrando e o quanto sai. “Conversar pelo menos uma vez ao mês sobre o orçamento é fundamental para que sejam colocadas nas mesa tanto as despesas em comum quanto os gastos pessoais de cada um”, recomenda o consultor.

“Uma dica é o casal colocar a renda familiar em discussão e juntar em uma planilha os gastos em conjunto e os individuais”, afirma Navarro. As despesas em comum são aquelas que dizem respeito à manutenção do estilo de vida do casal (aluguel, condomínio, TV a cabo, internet, energia elétrica, compras de supermercado etc). Elas devem ser divididas entre os dois membros, respeitando as diferenças salariais.

Navarro aconselha ainda que os gastos individuais devem ser respeitados, desde que não afetem o orçamento familiar. “O importante é que as finanças entre marido e mulher estejam equilibradas e não ocorra a chamada infidelidade financeira, ou seja, mentiras sobre dinheiro”.

Responsabilidade compartilhada entre marido e mulher

Outra tarefa fundamental que o casal deve cumprir é a criação de compromissos financeiros para ambos. “Não é justo que apenas um dos membros fique responsável por todas as despesas”, avalia Navarro.

Você vai se interessar por:
Seu parceiro é pão duro? Veja dicas para manter harmonia do casal
Mais mulheres chefes de família: por que se preocupar com seguro
Como discutir investimentos do casal
Dinheiro é uma das principais causas de briga de casal

A dica do livro “Juntos para Sempre: A Importância da Educação Financeira na Vida a Dois” é que aconteça uma divisão de gastos para que não haja nenhum tipo de sobrecarregamento financeiro para o marido ou mulher.  “Essa divisão deve ser discutida entre os dois, respeitando, claro, as possibilidades financeiras de cada um”, afirma o consultor.

Mas não é só as despesas que devem ser levadas em conta nas discussões sobre as finanças entre marido e mulher. Os diálogos precisam girar em torno também de investimentos. “O casal pode poupar e investir juntos para a realização de um sonho. Para isso, eles precisam definir objetivos a curto, médio e longo prazos. Discutir despesas e avaliar investimentos em conjunto fazem com que o casal se torne mais unido financeiramente”, conclui Navarro.

Você tem uma boa dica? Deixe seu comentário.

O controle financeiro pessoal e o futebol
Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
Casal melhora as finanças pessoais
Comprar tablet