Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Confira dicas para comprar carros em concessionárias

A- A+

Adquirir um carro direto das concessionárias, com a quilometragem zerada e aquele cheirinho de novo, é o desejo de muita gente. Nesse modelo de compra, mesmo que o veículo seja um seminovo, você conta com mais segurança em questões como a documentação, procedência e os prazos de entrega.

Mas, conforme alerta o gerente de marketing da WebMotors, Rafael Constantinou, nem por isso você pode ser descuidar. A sugestão é levar em conta também alguns detalhes que você consideraria se a compra fosse feita entre particulares.

O que avaliar nas concessionárias

1. Pesquise

“Antes de ir à loja, escolha o veículo e pesquise muito sobre ele, quais são os opcionais e configurações disponíveis e, se possível, tenha o passo a passo da negociação documentado”, recomenda Constantinou. Assim é mais difícil que você faça uma escolha por impulso e pague por acessórios que não vão fazer a diferença.

O ideal é separar algumas das concessionárias que oferecem os modelos em que você está interessado e visitar cada uma delas com paciência. No caso de um seminovo, tenha atenção redobrada ao avaliar o carro. Pergunte sobre a procedência e só feche o negócio depois de obter uma vistoria.

2. Garantia

Fique atento aos termos da garantia oferecidos pelas concessionárias. Na maioria dos casos, a sua manutenção está ligada ao cumprimento das revisões programadas, que devem ser mantidas em dia. Leia com calma e saiba ainda quais são os itens que não estão cobertos pelo contrato, para evitar surpresas mais tarde.

3. Documentação

Não deixe de conferir os documentos do carro quando for retirá-lo. Confira o número de chassi e do motor e se todos os papéis necessários foram entregues. Em posse da nota fiscal, verifique ainda os itens de série e opcionais relacionados ao carro e veja se o manual do proprietário está incluso.

Antes de fechar o negócio, avalie o Custo Efetivo Total (CET) do veículos. Foto: iStock, Getty Images

Antes de fechar o negócio, avalie o Custo Efetivo Total (CET) do veículo. Foto: iStock, Getty Images

4.  Taxas

É importante que você fique de olho nas taxas que estão sendo cobradas pela concessionária. Ela não pode cobrar as Tarifa de Emissão de Carnês (TEC), de Abertura de Crédito (TAC), de Emissão de Boleto (TEB) e de Liquidação Antecipada (TLA).

5. Preço

Também avalie as condições de pagamento oferecidas, especialmente quando são ofertadas promoções com parcelamento em diversas vezes e sem juros. Na maioria das vezes, há valores embutidos nas parcelas. Para ter certeza do preço que você está pagando, peça para ver o Custo Efetivo Total (CET) antes de fechar a compra.

6. Direito de troca

Uma das vantagens de comprar um carro direto das concessionárias é o direito à troca. Segundo o artigo 18 do Código do Consumidor, o fabricante e a concessionária têm o prazo de 30 dias para resolver o problema do carro que está com defeito. Caso esse prazo não seja cumprido, o consumidor tem o direito a outro carro ou o dinheiro de volta.

Gostou das dicas para comprar o seu carro em uma concessionária? Compartilhe!

como lucrar vendendo cachorro quente
como lucrar vendendo bolo no pote
como abrir uma franquia de alimentos
como abrir uma empresa de coleta de entulho
como se relacionar com as pessoas no ambiente de trabalho
como aumentar a produtividade