Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Confira dicas de economia em um intercâmbio para o Canadá

A- A+

Fazer um intercâmbio para o Canadá está entre as metas de vários jovens. Afinal, o país da América da Norte é reconhecidamente um modelo positivo quando o assunto é ensino. Se você tem esse sonho, é importante preparar o bolso: não desanime, mas cerque-se de todos os cuidados para não se atrapalhar financeiramente.

No atual cenário econômico de crise, cada centavo economizado é importante para que o estudante mantenha seus gastos sob controle até o final da viagem. Seguir algumas dicas financeiras, então, é essencial para que o jovem não volte ao Brasil endividado.

Intercâmbio para o Canadá está entre as metas de vários jovens.

O sonho de estudar fora do país pode se concretizar em viagem ao Canadá. Foto: iStock, Getty Images

Intercâmbio para o Canadá: 4 preocupações essenciais

A professora de inglês Tânia Posselt, que organiza anualmente viagens de estudos para a cidade de Vancouver, elaborou dicas preciosas, que permitem poupar bastante em um intercâmbio para o Canadá. Confira:

Transporte

A maneira mais econômica de se deslocar durante um intercâmbio para o Canadá é com o transporte público. Em Vancouver, sai mais em conta comprar o monthly pass, que vale do primeiro ao último dia de cada mês e serve tanto para ônibus quanto metrô (chamado Skytrain). Ele pode ser usado de forma ilimitada no período de validade.

O passe é tão barato que, mesmo que o estudante permaneça por 15 dias na cidade, vale mais a pena do que comprar passagens individuais.

Mas cada pass é válido para uma zona específica. Se você for pego pela fiscalização utilizando a passagem na zona errada, a multa é alta e não compensa a economia. A exceção ocorre nos finais de semana, quando se pode andar por todas as zonas com o mesmo cartão, sem pagar a diferença.

Para quem irá ficar no Canadá por menos tempo, há também os fare savers, bloquinhos de passagens que saem mais em conta e são vendidos em qualquer loja de conveniência ou drugstore.

Viagem de trem em intercâmbio para o Canadá

Monthly pass pode ser usado para o transporte de trem em Vancouver. Foto: iStock, Getty Images

Hospedagem

Para quem vai fazer um intercâmbio para o Canadá, o mais econômico é alugar um apartamento. Porém, se vai ficar menos tempo – ou não quer ir ao mercado, cozinhar, limpar – a casa de família é uma opção melhor financeiramente e ainda proporciona melhor prática do idioma.

Hostels também são baratos em comparação a hotéis. E é possível encontrar boas locações com preços justos.

Temporadas

A época mais em conta de viajar para todo o Canadá é durante o inverno – que corresponde ao nosso verão. Tudo fica mais acessível: hospedagem, passeios e até os cursos de línguas.

Em alguns lugares, ainda dá pra ver a aurora boreal. Nesse caso não é uma diversão muito econômica, mas vale a pena – especialmente se você não se importar muito com o frio.

Aurora boreal em intercâmbio para o Canadá

Apesar do frio, inverno canadense pode presentar visitante com a aurora boreal. Foto: iStock, Getty Images

Passagens aéreas

A forma mais barata de viajar para o Canadá é passando pelos Estados Unidos, mas é preciso ter o visto americano. A outra opção é o voo direto pela companhia canadense. Custa um pouco mais, mas o serviço é excelente. A entrada é sempre por Toronto.

Outras dicas no intercâmbio para o Canadá

– Se for estudante, leve sua carteirinha. Com ela, você conseguirá descontos em muitos lugares

– A carteira de motorista brasileira é válida por três meses. Vale a pena levar

– Se você comer como os canadenses, fazendo lanche no horário de almoço, tudo fica mais barato

– Faça as coisas por conta própria. Você ganha independência, pratica o idioma e gasta menos que com uma escola ou agência.

Você vai se interessar por:

Ser babá no Exterior é oportunidade para exercitar novo idioma

Saiba como realizar o sonho de estudar no exterior

Quer estudar na Europa? Tire suas dúvidas

Tranquilidade com gastos no exterior

Em um intercâmbio para o Canadá ou qualquer outro destino no exterior, é importante contar com ferramentas que facilitem pagamentos e ainda auxiliem a controlar melhor seus gastos. O cartão de crédito internacional é uma delas.

Com os Cartões de Crédito Vivo, além de poder usar fora do país, você pode somar pontos no programa de recompensas Vivo Valoriza. Oferecidos em parceria com o Itaú e o Santander, também dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Você tem uma boa dica de intercâmbio para o Canadá? Deixe seu comentário.

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito