Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Confira 5 práticas de consumo consciente para o seu dia a dia

A- A+

Consumo consciente é um conceito que busca promover a reflexão sobre a real necessidade que você tem de consumir. Trata-se de uma processo de escolha, que começa na compra e termina no descarte do produto depois de usado.

Por que comprar? De quem comprar? O que comprar? Como comprar? Como usar? Como descartar? São algumas das perguntas que norteiam a proposta de consumo consciente, principal bandeira do Instituto Akatu, uma organização não-governamental sem fins lucrativos, fundada em 2000, com o objetivo de trabalhar pela conscientização e mobilização da sociedade para essa prática.

Você vai se interessar por:
Olho no orçamento: compras devem ser planejadas com antecedência
Componentes biodegradáveis podem ajudar a reduzir lixo eletrônico

De acordo com a ONG, por trás dos questionamentos que envolvem o consumo, está a avaliação dos impactos que ele gera em você mesmo, na sociedade, na natureza e na economia, e como esses impactos podem ser minimizados.

seudinheiro-Consumo-Consciente

Cuidado com produtos piratas ou contrabandeados. Foto: iStock, by Getty Images

Dicas de consumo consciente

No site do Instituto Akatu, há uma seção inteiramente dedicada a divulgar práticas de consumo consciente que você pode implantar no seu dia a dia. Confira abaixo cinco dicas para tornar suas práticas mais sustentáveis.

  1. Evite excessos

Só os norte-americanos, com 5% da população mundial, abocanham uma fatia de 32% do consumo global, conforme dados da pesquisa Estado do Mundo, de 2010. Se todos vivessem como eles, o planeta só comportaria uma população de 1,4 bilhão de pessoas – e somos mais de 7 bilhões. Além do impacto no planeta, o consumo em excesso também impacta no seu bolso. Uma dica simples para economizar é fazer uma lista de compras antes de ir ao supermercado, para comprar somente o necessário. E sempre que você cogitar fazer alguma aquisição, reflita sobre a real necessidade.

  1. Não compre produtos piratas ou contrabandeados

Antes de cair na tentação de comprar produtos piratas, pense bem: para ter um preço tão abaixo do original, há algum problema. E não é só a qualidade inferior, que, no fim das contas, vai fazer você gastar mais dinheiro depois – e descartar o produto mais cedo. Ao comprar produtos piratas ou contrabandeados, você contribui com o crime organizado e o consequente aumento da violência, que tanto nos preocupa no país.

  1. Faça doações

Ao comprar uma roupa nova ou um brinquedo novo para as crianças, retire os usados do armário e faça doações para entidades de ação social. Outra sugestão do Instituto Akatu é, ao promover uma festa de aniversário, recolher doações em dinheiro dos convidados para doação, em vez de eles levarem lembranças para você. Todo mundo gosta de ganhar presente, mas será que você realmente precisa?

  1. Recicle

Quando se fala em reciclagem, a imagem que surge automaticamente na nossa mente é uma usina de transformação de lixo em um novo produto, não é? Mas o conceito é mais amplo. A lógica do consumo consciente trabalha a reciclagem em torno de 8Rs: reduzir, reutilizar, reciclar, respeitar, refletir, reparar, responsabilizar-se, repassar. Pense nisso!

  1. Incentive seus filhos para o consumo consciente

Ir às compras com seus filhos pode se tornar uma oportunidade de ensiná-los que as escolhas têm impacto na saúde, no bolso e na natureza. Fale com eles sobre quanto gastar, o que comprar e discuta com eles os impactos sociais e ambientais que vocês devem levar em conta na escolha do produto. Quanto mais cedo eles compreenderem os impactos dos atos de compra, melhor.

Gostou das dicas para consumo consciente? Compartilhe!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
metas de curto médio e longo prazo
Mulher entende o que é carnê-leão
Comprar smart tv