Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Confira alguns cuidados com animal em apartamento

A- A+

Criar um animal em apartamento nem sempre é uma boa ideia. A depender do tipo, raça e porte, o pet precisa de espaço e liberdade para brincar e gastar energia. Apartamentos, por maiores que sejam, nem sempre apresentam as melhores condições para isso.

Mas muita gente insiste em ter um animal em apartamento. Nesse caso, é preciso uma série de cuidados para que o pet não sofra estresse por falta de espaço, você não passe apertos com a bagunça do animal ou mesmo crie caso com os vizinhos.

“Animais em vida livre ocupam boa parte do seu dia caçando, procurando alimento ou socializando-se com seus pares. No momento, em que aproximamos esses animais do nosso convívio, nós tiramos deles a opção de caçar e buscar alimento e diminuímos seu período de interações sociais”, explica o médico-veterinário Guilherme Marques Soares.

Animal em apartamento: a escolha do bicho de estimação

A primeira coisa que a pessoa que quer ter um animal em apartamento precisa pensar é na escolha do bicho de estimação. Cachorros e gatos são os preferidos. Mas antes de qualquer escolha, é preciso que o interessado avalie o tamanho e espaço livre do apartamento.

animal-em-partamento

É recomendado passear com o animal fora de casa pelo menos duas vezes ao dia. Foto: iStock, by Getty Images

Se a opção for mesmo um cachorro, então é hora de escolher a raça mais adequada. Nesse caso, para manter o animal em apartamento, o melhor é optar por raças de menor porte. Mesmo que o apartamento seja espaçoso, cães grandes e com alto nível de energia devem ser evitados, já que eles precisam de mais passeios e possuem tendência a latir mais.

Raças de pequeno e médio porte e com baixo nível de energia são então as melhores escolhas para quem mora em apartamento. Algumas dessas raças são mais preguiçosas, daí se adaptam melhor a espaços pequenos. Poodle, yorkshire, maltês, fox terrier, snhauzer, pinscher, dachshund, pug, buldogue inglês ou francês, chihuahua, spitz alemão são alguns exemplos.

Quem opta por ter um gato em apartamento, não tem muitos problemas. Eles são animais mais independentes do que cachorros e não precisam sair de casa. Eles também se viram bem em espaços menores e raramente fazem barulho, sendo perfeitos para quem mora em apartamento.

Quem quer ter um animal em apartamento e fugir da escolha óbvia, pode apostar em outros tipos de bichos que se adaptam bem a espaços pequenos: chinchilas, furões, porquinhos da Índia, hamsters, lagartos, tartarugas e alguns tipos de pássaros.

Orçamento - cão

Principais cuidados para ter um animal em apartamento

Independente da escolha do animal e da raça, o dono do bicho de estimação precisa ter outros cuidados. Alimentação, higiene, vacinação, entretenimento, atividades físicas e interação com outros animais são algumas das principais preocupações de quem mantém um animal em apartamento.

O dono do animal precisa assumir então compromisso de dar ao bicho uma boa qualidade de vida. É preciso que ele dê atenção, dedicação e tempo ao animal para evitar problemas com estresse, solidão e outros distúrbios comportamentais, como uivos excessivos, destruição de objetos e micção ou defecação em lugares inapropriados.

O ideal é que o dono ofereça ao animal atividades cotidianas e interação social com outros animais. Comprar brinquedos podem manter o bicho ocupado. No caso de cachorros, por exemplo, é recomendado passear com o animal fora de casa pelo menos duas ao dia.

As dicas sobre como cuidar de um animal em apartamento fizeram você se lembrar de alguém? Compartilhe!

como economizar na limpeza
viagem com pets
Como tirar manchas de mofo e bolor da parede
Ela decidiu ter cachorro em apartamento
Homem procurando uma casa de família para deixar seu cachorro.
Homem consertando o próprio carro e fazendo o pedido de produtos automotivos.