Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Confira 7 dicas para usar o comércio eletrônico e economizar

A- A+

As vendas pela internet só crescem. Conforme estudo da eMarketer, até o final deste ano, a América Latina deverá gerar US$ 47,37 bilhões em compras pelo comércio eletrônico – um crescimento de 23,9%. Desse total, a projeção é que o Brasil fique com US$ 19,79 bilhões, ou seja, mais de 41% do faturamento na região.

Os compradores têm utilizado o comércio eletrônico por diversos motivos, principalmente, por comodidade e preço. Os produtos vendidos online geralmente têm preços menores, mas ainda assim é importante conhecer meios para encontrar valores reduzidos.

Casal comprando no comércio eletrônico

Pesquisa de preços e escolha por sites confiáveis são boas práticas no e-commerce. Foto: iStock, Getty Images

Dicas para pagar barato no comércio eletrônico

1. Busque sites confiáveis

Comece sua busca em sites que você saiba que têm credibilidade. Caso não tenha experiência, certifique-se de que o endereço eletrônico começa com “https” e verifique se há um ícone com o desenho de um cadeado. Clique sobre ele e confira se aparecerão as configurações de segurança do site. Esses são sinais de confiabilidade.

2. Compare sempre

Mesmo que você fique sabendo de uma super promoção, faça uma busca para ver se o mesmo item não tem preços menores em outro site. O comércio eletrônico é muito diverso e nenhuma opção pode ser descartada.

3. Verifique valor de frete

Uma das vantagens que o e-commerce pode oferecer é a isenção de taxa de frete. Por isso, mesmo que encontre valores mais baratos para o produto que procura, verifique as tarifas. Dependendo do preço da entrega, nem sempre o mais barato é a melhor opção.

4. Negocie

A boa e velha pechincha também pode ser feita pela internet. Alguns sites oferecem um canal de comunicação direta com os atendentes. Então, não custa tentar conseguir aquele “precinho camarada”.

5. Busque descontos

Além dos preços (tradicionalmente) reduzidos da internet, muitas lojas sérias oferecem cupons de descontos exclusivos. Mas não precisa, necessariamente, ser cliente de alguma delas. Existem sites especializados que buscam os melhores preços. É um serviço pago, mas, quem usa, recomenda.

6. Estreite o relacionamento

Toda rede social pode ser uma excelente via de relacionamento com suas lojas preferidas. O varejo, inclusive, costuma fazer promoções vantajosas para seus seguidores. Portanto, trate de seguir lojas e marcas de sua preferência.

7. Use a internet a seu favor

Quando você faz buscas na internet, os dados pesquisados ficam armazenados nos cookies do seu navegador. A partir daí, começa uma espécie de disputa entre as lojas virtuais para oferecer as melhores promoções. Siga buscando para encontrar os melhores preços.

Alerta no comércio eletrônico

Uma das maiores vantagens oferecidas pelo comércio eletrônico é, sem dúvida, o preço reduzido. Mas não se deixe enganar por promoções milagrosas. O que não falta na internet são propagandas falsas oferecidas por criminosos digitais. Tome cuidado.

 

Gostou das dicas para comprar no comércio eletrônico? Cadastre-se e receba a nossa newsletter.

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria