Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Comprou aplicativo para Android e se arrependeu? Peça reembolso

A- A+

Você navega pela Google Play Store, encontra um aplicativo para Android que parece útil, faz a compra e, quando vai utilizá-lo pela primeira vez, bate o arrependimento: não é exatamente o que você procurava ou o que parecia ser. Para não perder dinheiro, pode solicitar o reembolso. Mas é preciso ser rápido.

Homem não gosta de aplicativo para Android

Google permite que usuário descontente com aplicativo seja reembolsado. Foto: iStock, Getty Images

Reembolso de aplicativo para Android

Duas horas. Esse é o prazo estabelecido para solicitar o reembolso após a compra de algum jogo ou aplicativo para Android. Esse tempo funciona como uma espécie de test-drive do app, para que o consumidor possa avaliar sua real utilidade. Mas não é a única regra para conseguir o reembolso.

Outro ponto importante a atender é não ter realizado o procedimento antes com a mesma aplicação. Em bom português: se comprou pela segunda vez, ainda que tenha sido por engano ou esquecimento, você não terá o dinheiro de volta.

Veja um passo a passo para solicitar o reembolso de um aplicativo para Android:

  1. Abra a Google Play Store e acesse o menu principal no canto superior esquerdo da tela.
  2. Role a tela para baixo e selecione a opção Minha conta.
  3. Deslize até Histórico do pedido e encontre o aplicativo que acabou de comprar. Dentro do período de duas horas após a compra, estará disponível um botão com a opção Reembolso. Selecione-o.
  4. A ação abrirá uma caixa de confirmação do reembolso. Ao tocar Sim e cancelar a compra, o aplicativo para Android será desinstalado e você receberá o dinheiro de volta.

O reembolso é feito pelo mesmo canal de pagamento usado para fazer a compra original, levando de três a cinco dias úteis no cartão de crédito ou PayPal, um dia útil no caso de vale-presente, saldo de créditos ou saldo da Google Wallet e na próxima fatura, quando comprado direto com a operadora.

E se perder o prazo?

Você baixou, pagou, mas deixou para testar o aplicativo depois. Quando percebeu que não era o que queria, já se passaram mais de duas horas. Perder dinheiro é uma certeza? Ainda não.

Para solicitar o reembolso após esse período, é preciso entrar em contato diretamente com o desenvolvedor do aplicativo. Os dados normalmente estão disponíveis na página do app na Play Store e na própria aplicação. Caso não encontre essas informações, é possível contatar o suporte da Google Play via telefone pelo número 0800 724 8149.

Você vai se interessar por:

Aplicativos em ascensão

São mais de 1,4 milhão de apps disponíveis na Play Store. Entre players de vídeo e música, editor de fotos, serviços de streaming, jogos, lojas virtuais, redes sociais e tantos outros, os usuários de dispositivos móveis usam em média 26 aplicativos por mês. É o que mostra uma pesquisa desenvolvida pelo Instituto Nielsen.

O estudo revela que o tempo manipulando apps e a quantidade de aplicações utilizadas aumentou 65% entre 2011 e 2013, chegando a 30 horas e 15 minutos por mês. Além disso, a média de aplicativos abertos a cada 30 dias subiu de 23,3 para 26,8.

Com a crescente oferta e uso de apps, vale atenção redobrada na hora de escolher e baixar novas aplicações, sobretudo aquelas que são pagas. Para evitar o arrependimento e não errar na compra do aplicativo para Android, alguns cuidados são importantes.

Pesquise

Antes de fazer a compra, pesquise se não existem aplicativos gratuitos com as mesmas funções daquele que é pago.

Avalie

Além disso, veja as classificações e comentários de outros usuários sobre o app. Muitos possuem até mesmo vídeos de apresentação, mostrando as opções e funcionalidades do serviço, ferramenta ou jogo.

Teste

Por último, teste o app logo após a compra para que, caso não fique satisfeito, consiga o reembolso dentro do prazo.

 

Você já solicitou reembolso após compra de aplicativo para Android? Deixe seu comentário!

vale a pena comprar celular top de linha
smartphone com maior tela
como funciona o auxílio maternidade
como funciona o auxílio creche
como funciona o auxílio doença
descontro de empréstimo consignado