Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Compras na promoção podem esconder cilada. Saiba se proteger

A- A+

A compra de produtos durante promoções garante ao consumidor preços mais acessíveis e condições de pagamento diferenciadas. Mas é preciso estar atento para não cair em uma cilada. Afinal, nem sempre a oferta é assim tão vantajosa quanto parecia na vitrine.

Na categoria “cilada”, se enquadra a aquisição de itens com defeito. No topo da lista, estão os aparelhos celulares. De acordo com o Procon-SP, eles somaram um total de 2.709 queixas, o que equivale a 30% do total registrado nos primeiros seis meses de 2015.

Na sequência, aparecem os produtos de linha branca, como é o caso do fogão, micro-ondas, geladeira e máquinas de lavar e secar roupas, que equivalem a 15% da demanda. Em terceiro lugar, estão os aparelhos de informática, com 13%.

É preciso estar atento para não cair em uma cilada em promoções.

Preços baixos nem sempre oferecem uma vantagem efetiva ao seu bolso. Foto: iStock, Getty Images

Cilada à vista: conheça os seus direitos

Para o presidente do Procon-RJ, Sérgio Eiras, o primeiro cuidado que o consumidor deve ter ao fazer uma compra para evitar cair numa cilada, especialmente nos casos de ofertas, é exigir informações claras e precisas, que passem longe da publicidade enganosa.

Às lojas, cabe entregar o produto ou serviço conforme ele foi apresentado na promoção. Em se tratando de compras coletivas, por exemplo, não podem ser estabelecidas no contrato cláusulas que isentem o site de responsabilidade em casos de problema.

Embora ele seja um intermediário entre a loja e o cliente, possui a obrigação legal de dar amparo ao consumidor que se sentir lesado.

Evite cilada na troca de um produto

Embora seja comum que as lojas ofereçam aos seus clientes a troca de um produto, mesmo se não houver defeito, a atitude não é encarada como obrigatória pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC). Mas a regra só é válida para compras realizadas no estabelecimento.

Caso o produto tenha sido adquirido pela internet ou mesmo por telefone, por exemplo, há um prazo de até sete dias, contado a partir do momento em que a encomenda é recebida, para que ocorra a desistência da compra e o dinheiro seja reembolsado. Nesse caso, não há a necessidade de apresentar justificativa.

Quando há um defeito, por outro lado, o lojista tem até 30 dias para resolver o problema. Caso isso não ocorra, são três as alternativas para quem realizou a compra:

– Pedir a substituição do produto por outro igual ou semelhante

– Receber o reembolso do valor pago

– Ter o abatimento proporcional do preço, de acordo com o dano causado.

Você vai se interessar por:

Promoção não cumulativa: entenda o que é e descubra oportunidades

Como saber se a promoção é para valer

Promoção: cuidado para não comprar por impulso

Compre com descontos

Quer os melhores preços para fazer as suas compras? Conheça o Vivo Descontos, um serviço exclusivo que oferece diversos cupons de desconto e promoções em restaurantes e lojas das melhores marcas do Brasil. Na primeira semana, não se paga nada, e após o fim desse período é cobrado R$ 2,99 por semana.

> Vivo Descontos: Receba cupons ilimitados por SMS, internet ou aplicativo de smartphones

Que tal as dicas para evitar cilada ao fazer suas compras? Compartilhe!

metas de curto médio e longo prazo
quando vale a pena comprar título de capitalização
como conseguir desconto na compra de livros
exemplos de produtos supérfluos
como pechinchar na internet
como conseguir desconto em faculdade particular