Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Compra da casa ou locação: veja o que pesar na sua decisão

A- A+

O sonho de ter um lar e constituir uma família é frequentemente associado à sensação de felicidade. Pode-se tentar adquirir a casa própria ou partir para a locação, não importa. O que vale é realizar o desejo e, se possível, fazendo o negócio mais econômico possível para a saúde das finanças.

Documento sugere incentivo à locação

O número de brasileiros que ainda buscam um local adequado para morar permanece alto: em 2012, o déficit habitacional era de 5,7 milhões de moradias, conforme o Perfil Nacional – Comércio e Serviços Imobiliários 2015, elaborado pelo Sindicato de Habitação do Rio de Janeiro (Secovi-RJ).

O documento aponta ainda que 17% das moradias no Brasil são alugadas – percentual considerado baixo pelos autores do estudo, já que há países em que a recorrência ao aluguel supera os 40%.

Com base nesse dado, o documento defende que o déficit não se resolverá somente com a busca pela casa própria, mas também com incentivos próprios aos investimentos em imóveis para locação.

Em meio à crise econômica, é natural que você esteja diante de um impasse: vale a pena comprar um imóvel com os preços atuais ou a locação pode ser o melhor negócio no momento? É preciso colocar tudo na ponta do lápis para ver a diferença.

Pessoas com problema de cadastro, que não podem se candidatar ao financiamento.

Faça os cálculos e avalie suas necessidades antes de comprar ou alugar um imóvel. Foto: iStock, Getty Images

Compare valores na sua decisão

Mesmo com o atual momento da economia, a locação ainda é a melhor opção, avalia Antônio Amaral, proprietário da On Line Imóveis. Para ele, com as facilidades oferecidas para o financiamento, o valor da prestação acaba ficando muito próximo ao aluguel.

“Se você paga R$ 800 de aluguel, talvez possa fazer um esforço e pagar R$ 1 mil ou R$ 1,2 mil de prestação de imóvel próprio”, explica. Entretanto, é preciso ter uma reserva financeira para arcar com a entrada – geralmente 20% do valor do imóvel – e as taxas referentes ao Registro de Imóveis. “Depois disso, a única despesa é o valor da prestação”, sustenta.

Se você fizer as contas de quanto gasta em locação, logo terá uma ideia mais clara. Partindo do exemplo de que seu aluguel custe R$ 800, em um ano, você terá gasto R$ 9,6 mil em um imóvel que nunca será seu. “Há muitas formas de comprar. É possível usar o valor do FGTS, carro, as suas economias, enfim, o acesso ao recurso está facilitado”, reitera Amaral.

Se o objetivo é comprar um terreno e construir, ele aponta que há mais ganhos de economia. “Nesse caso, quando é o primeiro imóvel, a Caixa financia até 90% do valor. A única dificuldade é que o proprietário precisa se envolver com a obra”, revela. Além disso, ele alerta que há muitas opções interessantes em condomínios fechados.

Você vai se interessar por:

Simulador de empréstimo ajuda a definir investimentos

Corretor de imóveis: saiba quando contar com esse profissional

Vale a pena investir no mercado de imóveis? Descubra

Locação é indicada em casos específicos

Mesmo com tantas facilidades, em alguns casos, a única solução é a locação. “Pessoas com problema de cadastro, que não podem se candidatar ao financiamento, ou profissionais que mudam muito de cidade, podem ter maior tranquilidade alugando”, destaca Amaral.

Atualmente, para comprovar renda para o financiamento, é preciso apresentar apenas o contracheque dos três últimos meses, no caso de salários que não oscilam, e dos seis meses anteriores para profissionais que recebem horas extras e adicional noturno, por exemplo.

Receba dicas financeiras

Quer gerenciar melhor seu dinheiro? O Vivo Finanças Pessoais envia mensagens e quizes, elaborados com base em material desenvolvido pelo banco Itaú Unibanco, que dão dicas sobre finanças e ajudam você a utilizar o dinheiro de forma muito mais inteligente. Além disso, você concorre a sorteios diários no valor de R$ 1,8 mil.

> Vivo Finanças Pessoais: Receba dicas por SMS e concorra a R$ 2.500 todos os dias

Você tem uma boa dica? Deixe seu comentário.

cooperativa habitacional
Como ter uma boa qualidade de vida
Jovem organizado com custos e despesas
Saiba por que fazer lista de compras para o mês
Casal sabe como fazer um jantar romântico
Mulher faz programa de controle financeiro pessoal