Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Compra e venda de ações: como saber a hora certa?

A- A+

Para os inciantes em investimentos, e até para quem possui mais experiência, a Bolsa de Valores pode ser uma modalidade complexa. Por ser uma aplicação de renda variável e envolver a compra e venda de ações, há quem acredite que operar nesse mercado exige muito dinheiro, intuição e sorte. Mas não é bem assim.

Segundo o sócio do site Bússola do Investidor, Mateus Lana, quem quer começar a investir nesse segmento e saber a hora certa de comprar e vender seus papéis, precisa estudar muito e começar com poucos recursos.

Estratégia para a compra e venda de ações

Se você não possui nenhum conhecimento sobre o funcionamento do mercado acionário, uma boa estratégia para fazer a compra e venda de ações é observar as empresas que aparentam ter bons negócios com fundamentos sólidos.

A compra e venda de ações precisa ser entendida antes de investir na modalidade.

É importante se sentir seguro e conhecer o mercado para investir em ações. Foto: iStock, Getty Images

Para o investidor e fundador do site Investidor Inteligente, Lucas Andrade, um indicador está nas empresas que apresentam lucros de forma consistente ou crescente. Assim, você pode adotar a estratégia de preço-médio.

“Todos os meses, trimestres ou semestres, conforme sua situação financeira, compre ações das empresas, ou grupo de empresas, que apresentem esses melhores resultados”, diz.

Outra fator que deve ser pensado ao estabelecer a sua tática de investimentos, é a situação do mercado. Em épocas de queda da Bolsa, por exemplo, você deve reduzir seu preço médio das ações, para mais adiante, quando ela voltar a se valorizar no médio ou longo prazo, começar a ter retornos positivos.

Para adotar essa estratégia, avalia Andrade, é preciso ter mais paciência e “estômago” para suportar os períodos de queda.

Agora, se você está em busca de uma estratégia mais refinada, o investidor recomenda estudar um pouco mais do assunto, avaliando cada ação individualmente. “Você pode basear-se em indicadores de rentabilidade do seu negócio e seu valuation”, aconselha. Assim, é possível avaliar se o preço da ação é caro ou barato em relação à lucratividade da empresa em questão.

Você vai se interessar por:

Conheça os fundos de investimentos e avalie sua adesão a eles

Confira 5 dicas de investimento para iniciantes

Investir em ouro requer análise do cenário econômico global

Tenha segurança ao investir

A Bolsa sempre terá oportunidades interessantes de aplicações financeiras, mas somente o investidor deve decidir qual é a hora certa para começar a investir. Para isso, é importante se sentir seguro quanto ao que está fazendo. Ou seja, quem decide a hora da compra e venda de ações é você, desde que amparado na estratégia escolhida.

É importante saber que não existe prazo mínimo nem máximo para manter uma ação. Se desejar, pode vendê-la no mesmo dia em que a comprou, realizando uma operação chamada day trade. Mas o ideal é consultar especialistas da sua corretora para saber se essa tática é vantajosa para o seu perfil de investidor.

 

Você tem uma boa dica sobre a compra e venda de ações? Comente!

O controle financeiro pessoal e o futebol
oscilações da Bolsa de Valores
investimento para quem tem ate R$ 10 mil
tipos de investimentos financeiros
o que é um fundo de investimento
investir em ação ou em renda fixa