Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Composição da carga tributária: descubra para onde vai o seu dinheiro

A- A+

A maioria dos brasileiros (90%) quer serviços públicos condizentes com o alto volume de impostos que pagam. É o que revela a pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira – serviços públicos, tributação e gasto do governo, realizada pelo Ibope Inteligência. Mas você sabe qual é a composição da carga tributária do país e como ela influencia no seu bolso?

Na prática, a cobrança de impostos é uma forma de coleta que o governo usa para pagar suas contas e oferecer serviços básicos à população.  Uma maneira de medir o impacto dessa coleta é compará-la com o Produto Interno Bruto (PIB), ou seja, a soma das riquezas produzidas pelo país em um ano. Essa relação entre impostos e PIB é chamada de carga tributária.

No Brasil, em 2015, cerca de um terço de tudo o que se produziu foi parar nos cofres do governo. A carga tributária bruta encerrou o ano passado em 32,71% do PIB. O número foi divulgado recentemente pelo Tesouro Nacional. Esse percentual coloca o país como o detentor da maior carga tributária entre países da América Latina e do Caribe, segundo estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

composição da carga tributária

Os brasileiros gostariam de um maior equilíbrio entre a taxa tributária e os serviços oferecidos. Foto: iStock, Getty Images

Composição da carga tributária reúne mais de 90 impostos

PIS/Cofins, ICMS, IPI, ICSS, IR, IOF, ITBI, IPVA, IPTU, ITCD. Essa verdadeira sopa de letrinhas representa alguns dos mais de 90 impostos municipais, estaduais e federais que compõem a carga tributária brasileira.

Todos esses tributos podem ser divididos em três grandes grupos: consumo, rendimento e patrimônio. Segundo estimativa feita pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), em média 41,37% de todo o rendimento que os brasileiros tiveram em 2015 foi destinado ao pagamento de impostos.

Desse valor total, o que mais pesou no bolso dos brasileiros foram as tributações referentes ao consumo (23,28%). No Brasil, cerca de 50% da arrecadação é sobre o que se compra, contra 25% da média mundial. O restante ficou dividido em rendimento (15,06%) e propriedade (3,03%).

Se no consumo é onde mais se sente a incidência da carga tributária, os impostos podem representar até mais de 80% do preço de alguns produtos. Entre eles, destacam-se, a vodca, que tem 81,52% do seu valor total representado em tributos, perfume importado (78,99%) e o tênis importado, com 58,59%.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Entendeu qual é a composição da carga tributária no Brasil? Comente!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças